(Fonte da imagem: Thinkstock)

O mais recente relatório financeiro do Facebook foi bastante positivo: o número de acessos não para de crescer, assim como o dinheiro que entra na conta da empresa. Mas nem tudo está de acordo com o planejamento de Mark Zuckerberg, já que um dos maiores medos de quem comanda uma rede social está virando realidade: os adolescentes, conhecidos por movimentarem o número de visitas e publicidade de qualquer serviço na internet, estão acessando o site cada vez menos.

Apesar de não ter sido exatamente calculado, o fato foi confirmado por executivos de lá. Mesmo que o Facebook tenha 1,19 bilhão de usuários mensais ativos e 728 milhões de usuários diários ativos, os adolescentes são uma parcela cada vez menor em ambos os números, especialmente nos Estados Unidos. A quantidade era estável no relatório do segundo quadrimestre de 2013, mas a queda entre "jovens adolescentes" já preocupa. A situação é esquisita: os acessos de dispositivos móveis, bem populares entre esse público, sobem a cada relatório, mas não foi detectado um motivo para a evasão.

Bastante incomodado com a fuga em massa, o chefe financeiro do Facebook, David Ebersman, avisou que a rede social já planeja ações para trazer esse público de volta – um dos planos foi a compra do Instagram no ano passado, já que o serviço é bastante popular entre o público jovem.

Cupons de desconto TecMundo: