(Fonte da imagem: Reprodução/Disney)

O Facebook está passando por um momento delicado com as pequenas e médias empresas que pagam para anunciar na rede social: vários desses clientes reclamam que nem todas as postagens patrocinadas estão aparecendo no perfil do público em potencial do site – e alguns até já migraram para outras plataformas por não obterem uma resposta decente.

Para acabar com a polêmica e esclarecer o assunto, o gerente de produtos do Facebook, Will Cathcart, usou uma metáfora bastante simples e popular. Imagine o personagem Yoda, o pequeno Jedi verde da série Star Wars. Se ele viver dizendo para o Facebook que não quer receber postagens patrocinadas pela Estrela da Morte (a mistura entre arma e fortaleza que pertence ao Império), por exemplo, ele pode escolher essa opção ao constantemente negar anúncios enviados por ela – e assim as mensagens não aparecem mais.

Em outras palavras, o surgimento dessas postagens depende de vários fatores, sendo que nenhum deles é preferência ou vontade própria do Facebook. Entram em jogo itens como reação da pessoa (se ela curtiu, comentou ou compartilhou aquilo) e dos amigos dela ao texto, além do conteúdo em si (ele está ligado às preferências de alguém?). No caso da rede social em tablets e celulares, é preciso levar em conta também se as imagens ficam visualmente interessantes nas telinhas.

Em resposta a quem duvida disso, Cathcart explica que o Facebook oferece várias ferramentas para qualquer companhia, de fundo de quintal às grandes corporações, anunciarem na rede social a partir de planos específicos – e que devem ser ampliados com novidades nos próximos meses.

Cupons de desconto TecMundo: