Estudiosos do Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, que faz parte do Departamento de Energia do governo dos EUA, criaram um novo tipo de gerador que utiliza um vírus para gerar energia elétrica. Ao toque de um dedo, o dispositivo foi capaz de ligar um display LCD.

O vírus utilizado foi o M13, inofensivo para as pessoas e já utilizado na criação de baterias devido à sua rápida capacidade de replicação e propriedades piezoelétricas. Isso significa que o organismo é capaz de acumular energia quando submetido à pressão de, por exemplo, o toque de um dedo humano.

Por meio de engenharia genética, os pesquisadores aumentaram a resistência e capacidade energética do M13. A seguir, envolveram um eletrodo com o vírus. O resultado foi um dispositivo capaz de gerar um quarto da voltagem de uma pilha AAA, o que ainda é pouco. No futuro, a ideia é que pequenos eletrônicos, como relógios ou calculadoras, possam usar esse tipo de “bateria viral”.

Fonte: The Verge

Cupons de desconto TecMundo: