"Está frio aqui, ligue os servidores." (Fonte da imagem: Divulgação Wikipedia)

Pesquisadores da Universidade da Virgínia e do Centro de Pesquisas da Microsoft publicaram um estudo mostrando que o calor gerado por conjuntos de servidores pode ser reaproveitado para aquecer até uma pequena casa. O documento faz a comparação entre a capacidade de aquecimento de condicionadores de ar e de computadores de grande porte.

Segundo a pesquisa, um cluster com 40 placas-mãe, cada uma com pelo menos um processador, poderia aumentar a temperatura de um cômodo em até 20 graus Celsius. Já a soma do calor de 100 computadores ligados simultaneamente seria o suficiente para aquecer uma casa inteira, tão bem quanto a fornalha de um aquecedor a gás ou óleo diesel.

O conceito de se usar servidores para aquecer um local propositalmente foi batizado de “data furnace”. Os pesquisadores defendem que as empresas poderiam passar a hospedar seus servidores nos porões de edifícios, reaproveitando o calor e economizando muito na conta de luz em regiões mais frias.

Cupons de desconto TecMundo: