Ter a dimensão exata do tamanho de uma grande companhia é algo tão difícil que, muitas vezes, nem os fãs mais ardorosos de uma marca conseguem descrever todas as tarefas que ela executa. No mundo da tecnologia, em especial, essa situação abre ainda mais possibilidades, uma vez que grandes conglomerados podem buscar “novos horizontes” como forma de promover um produto específico.

Assim, pouca gente sabe, por exemplo, que a Samsung é a segunda maior fabricante de navios do mundo ou que a Sony vende seguros de vida no Japão. Vale tudo para conseguir uma maior lucratividade para os acionistas ou ainda expor a sua marca em um nicho de mercado pouco explorado pelos concorrentes.

Preparamos uma seleção com algumas atividades e patrocínios feitos pelas grandes empresas de tecnologia e que, em um primeiro momento, parecem destoar completamente de suas propostas. Se você fosse um investidor, apostaria em nichos de mercado diferentes daqueles cujos produtos você é o fabricante?

Samsung

Não basta fabricar bons produtos, é preciso mostrar ao mundo que eles existem e encantar o consumidor. Uma das melhores maneiras de se fazer isso, por meio da propaganda, é vinculando seu nome a outra marca conhecida. No caso da sul-coreana Samsung, o mundo dos esportes funciona como uma porta de entrada da empresa para os consumidores.

(Fonte da imagem: Reprodução/Football Shirts)

Uma das patrocinadoras dos Jogos Olímpicos de Londres 2012, a Samsung mantém também um time de futebol na liga sul-coreana, o Suwon Samsung Bluewings. Além disso, ela é a patrocinadora oficial do Chelsea, da Inglaterra, e já teve o seu nome estampado na camisa de dois grandes clubes paulistas: Corinthians e Palmeiras.

Sony

Uma das patrocinadoras oficiais da FIFA, a Sony expõe a sua marca em jogos de futebol e em publicidade associada aos campeonatos promovidos pela entidade máxima do futebol mundial. A empresa utiliza o seu espaço para promover seus produtos, o que inclui os consoles e até mesmo jogos e filmes.

(Fonte da imagem: Reprodução/Sony Insider)

Além disso, outros importantes campeonatos como NBA, NFL, NHL e MLB também contam com o apoio eventual da empresa japonesa. Ou seja, se você acompanha algum tipo de esporte, certamente não vai deixar de ver a marca da Sony associada a ele.

Nintendo

Para promover os seus jogos de video game, a Nintendo chegou até mesmo a se tornar a patrocinadora oficial do torneio Australian Open de Tênis, em 2008. Além disso, a empresa já mostrou a sua cara também no futebol, apesar de não ser associada ao esporte por nenhuma razão em especial. Na década de 90, a Nintendo ostentava a sua marca na camisa da Fiorentina, da Itália.

(Fonte da imagem: Reprodução/Isfa)

Philips

A empresa holandesa Philips também usa o futebol com uma das formas mais populares de promover a sua marca. No passado, quando a companhia viveu melhores momentos, seu nome frequentemente estava associado às competições da FIFA. Há anos, a empresa é patrocinadora também de um dos clubes mais importantes da Holanda, o PSV Eindhoven.

(Fonte da imagem: Reprodução/PSV Eindhoven)

Fora da área esportiva, o portfolio de patrocínios inclui o The Rijksmuseum, importante museu do país, a The Royal Concertgebouw Orchestra, uma das mais renomadas orquestras sinfônicas da Holanda, e a equipe Williams de Fórmula 1.

Microsoft

A Microsoft também se faz presente no mundo esportivo, patrocinando diretamente alguns atletas de diversas modalidades. Dois exemplos recentes que podemos citar incluem a Stock Car e o UFC. Nas pistas, o brasileiro Duda Pamplona corre com um carro patrocinado pelo Xbox 360 e pela Samsung.

(Fonte da imagem: Reprodução/UFC)

Já no UFC, o lutador Demetrius Johnson conta também com o apoio da empresa de Bill Gates, ostentando a marca Xbox 360 em seu calção e na camiseta. A parceria tem se mostrado vencedora, já que o lutador é o atual campeão dos pesos-mosca.

Rovio

A Rovio, desenvolvedora do game Angry Birds, conseguiu bastante espaço na mídia no início deste ano ao colocar um patrocínio diferenciado no mercado. A empresa escolheu Heikki Kovalainen, piloto da equipe Caterham, para utilizar um capacete vermelho estilizado com um dos pássaros do game de maior sucesso da companhia.

(Fonte da imagem: Divulgação/Catherham)

Para que os traços do pássaro ficassem ainda mais fiéis, até mesmo o design e a aerodinâmica do capacete foram modificados. A parceria entre a equipe de Fórmula 1 e a Rovio gerou uma série de itens para venda e, ao menos na época, se falou de um jogo online de Angry Birds que mistura elementos das corridas do campeonato mundial.

Fonte: Microsoft, Nintendo, Phillips, Rovio, Samsung e Sony

Cupons de desconto TecMundo: