Dispositivo GPS para monitorar estudantes (Fonte da imagem: Rose Palmisano/ The OC Register)

Uma escola de Anaheim, na Califórnia, está distribuindo aparelhos GPS para monitorar alunos que faltam às aulas ou chegam atrasados na escola. Com isso, o que se pretende é prevenir que alunos “problemáticos” se juntem a gangues ou que reprovem de ano.

 A iniciativa faz parte de um programa piloto de seis semanas, e vai englobar alunos da rede pública que cursam o ensino fundamental, especialmente as sétima e oitava séries. Os alunos que tiverem mais de quatro faltas não justificadas na escola deverão usar um aparelho GPS que se parece com um celular.

O dispositivo é programado para tocar todas as manhãs, lembrando o aluno que ele deve sair no horário correto para chegar na escola no horário certo. Além disso, o “dono” do novo aparelho deve inserir um código cinco vezes ao dia, para que o sistema possa triangular sua posição e mostrar que ele realmente está no colégio, como deveria.

O aluno digita o código pré-estabelecido quando estiver saindo de casa, quando chegar ao colégio, durante o almoço, ao sair da última aula e às oito horas da noite, mostrando onde se encontra. Dessa forma, o dispositivo envia os dados ao sistema de monitoramento, confirmando se as coordenadas correspondem ao local em que o aluno deve estar.

Além disso, três vezes por semana, um responsável deve ligar para o aluno, certificando-se de que tudo corre bem. Com isso, a presença em sala de aula deve chegar a 95%, desenvolvendo melhores hábitos e fazendo com que a criança chegue no horário e se mantenha na escola durante o período letivo.

Responsável ensina aluno a usar o GPS (Fonte da imagem: Rose Palmisano/ The OC Register)

Os pais dos alunos faltosos não são obrigados a deixar seus filhos participarem do programa, caso não queiram. Entretanto, faltas injustificadas na escola constituem crime nos EUA, e as escolas participantes devem processar os pais de alunos que continuarem com os problemas de ausência em sala de aula.

Os dispositivos GPS custam cerca de 300 a 400 reais cada. Já o ciclo de seis semanas traz um gasto de 18.000 dólares por aluno. Atualmente, 75 alunos fazem parte do programa na Califórnia, porém os educadores devem expandir esse número, englobando novas escolas.

Cupons de desconto TecMundo: