O Ministério da Educação e Cultura (MEC) divulgou os dados preliminares sobre as ocorrências durante o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Por enquanto, foram apuradas as eliminações de 1.519 estudantes por vários tipos de fraude e comportamento indevido. Dessas, 236 pessoas foram removidas das salas ou tiveram as provas anuladas por utilizarem celulares e smartphones durante a aplicação do teste no último fim de semana.

Em 2013, apenas 47 pessoas foram eliminadas pelo uso de celular durante as provas, o que mostra um crescimento substancial na quantidade de tentativas de fraude. Mais cedo, o TecMundo publicou uma notícia comentando sobre as fotos postadas nas redes sociais retratando provas e cartões-resposta do exame. Uma das imagens inclusive era de uma prova do ano passado e não da aplicação de 2014.

O ministro da educação, Henrique Paim, disse ao Estadão que esses dados foram números expressivos, mas que não haverá conivência com tentativas de fraude. “Isso é lamentável, mas vamos continuar aperfeiçoando o processo e ampliando o rigor para que qualquer tipo de perturbação ou fraude seja coibido”, comentou ele ao jornal.

A Presidente da República, Dilma Rousseff, também comentou sobre a aplicação do teste em vários tweets, mas não escreveu nada sobre as ocorrências. Houve inclusive prisões feitas pela Polícia Federal por tentativa de fraude durante o fim de semana.

Cupons de desconto TecMundo: