O Galaxy S10, da Samsung, juntamente com seu irmão S10 Plus, foi lançado há algumas semanas e seus primeiros problemas já vieram a público: segundo reclamações em fóruns especializados, há diversos relatos sobre um certo mal funcionamento no sensor de impressão digital embutido na tela do dispositivo. Alguns usuários afirmam que o leitor não funciona tão bem quanto deveria, mesmo com outras pessoas se dizendo satisfeitas com o recurso.

Quando a pele do dedo está muito seca ou mesmo apresente algum ferimento que afete a leitura da digital, o usuário pode enfrentar alguns problemas

Seja como for, a Samsung deu ouvidos aos reclamantes, que brigam por melhorias no funcionamento de um dispositivo que é bastante caro e que promete muito. Segundo a empresa sul-coreana, o desempenho dos sensores de impressão digital presentes no Galaxy S10 e S10 Plus vai melhorar continuamente por meio de atualizações de software.

Mais rápido e seguro

Há cerca de uma semana, a Samsung disponibilizou o download de uma primeira atualização de firmware para o sensor de impressão digital. Ela já trouxe melhorias para o leitor biométrico, aumentando sua precisão. Isso deve continuar acontecendo no futuro para que o sensor funcione cada vez melhor.

Alguns problemas ainda afetam o sistema de biometria do Galaxy S10 e S10+: quando a pele do dedo está muito seca ou mesmo apresente algum ferimento que afete a leitura da digital, o usuário pode enfrentar alguns problemas na hora de liberar o dispositivo para uso.

Essa é a primeira vez que Samsung usa sensor ultrassônico para realizar a leitura de impressões digitais. Enquanto muita gente gostou muito do recurso, alguns ainda acham que ele deixa a desejar tendo em visto o que foi prometido pela empresa. De qualquer forma, vale a pena aguardar para ver o quanto ele deve melhoras com as atualizações futuras feitas pela empresa.