Você já se viu sem o smartphone alguma vez e precisou comprar um novo aparelho? Caso a sua resposta seja positiva, vários podem ser os motivos disso, mas um deles é o mais comum: o dono simplesmente perdeu o aparelho ou esqueceu onde ele está.

Essa é a conclusão do estudo Mobile Theft and Loss 2018, da empresa de soluções antifurto Prey. Segundo a companhia, em 69% dos casos, o telefone foi perdido porque o dono simplesmente não o encontra.

Os outros casos mais comuns são os seguintes:

  • Furto: 11%
  • Invasão doméstica: 8%
  • Roubo: 7%
  • Carro invadido: 3%
  • Invasão ao local de trabalho: 3%

Em relação ao líder o ranking, que é o simples esquecimento, o estudo descobriu que isso acontece com mais frequência em locais familiares, como o escritório, o veículo ou a escola. Porém, é comum também relatos de clientes que perderam o dispositivo no banco, na balada ou no transporte público ou privado.

O estudo foi realizado em 2018 e contou com dados de 829 relatórios gerados por consumidores ao redor do mundo, sem levar em conta condições socioeconômicas e locais frequentados. A pesquisa completa está disponível neste link.

Cupons de desconto TecMundo: