A dimensão dos rumores acredita que o Nokia 9, o próximo top de linha da HMD Global, teve seu lançamento adiado para fevereiro de 2019, mas parece que isso não impediu que o dispositivo fosse homologado pela Tenaa, a Anatel chinesa.

O dispositivo apareceu nos registros de homologação da organização com algumas especificações técnicas pouco sugestivas, tais como as dimensões do corpo e também da tela. Sabemos ainda qual seria a capacidade da bateria e que o novo top de linha deve trazer espaço para dois chips SIM de operadoras.

O Nokia 9 deve medir 154,8 × 75,76 × 7,97 mm, praticamente o mesmo que o Nokia 7 Plus (158,4 x 75,6 x 8 mm), mas trará uma tela um pouco maior: 6,18’’ no modelo mais novo conta 6,0’’ no anterior.

A bateria, de acordo com a Tenaa, contaria com 3.400 mAh de capacidade, mas não temos qualquer ideia de qual seria a autonomia do celular. Além disso, vazamentos e rumores anteriores apontam para um celular com chipset Snapdragon 845, mas considerando que o lançamento seria apenas no início do ano que vem, é possível que ele chegue ao mercado com o novo Snapdragon 855.

Deve haver ainda duas configurações de memória. Um modelo traria 4 GB de RAM combinadas com 64 GB de armazenamento, e outro ofereceria 6 GB de RAM e 128 GB de espaço em disco. Nada disso foi confirmado pela Tenaa, entretanto.

Seja como for, o novo celular da HMD Global deve trazer o Android Pie 9 puro de fábrica, mas ainda não se fala em preço, tampouco em regiões de lançamento além da China.