Snapchat anda enfrentando algumas dificuldades ultimamente. Depois de constatar que seu código-fonte foi vazado por um hacker, sua companhia parental, a Snap Inc., apresentou nesta quarta-feira (8) os números do segundo trimestre deste ano. E os relatórios não foram muito animadores: a rede social de mensagens efêmeras perdeu 3 milhões de usuários ativos.

Segundo a própria empresa, o Snapchat conta atualmente com 188 milhões de usuários ativos

Ainda que isso não vá impactar de forma muito significativa o total de 188 milhões de usuários ativos que permanecem na plataforma, essa queda pode se tornar mais preocupante até o final do ano. Para a mesa diretora, esses dados estariam relacionados com o fato de muita gente ter deixado de usar o Snapchat porque o Instagram “emprestou” funcionalidades semelhantes, como o Stories.

Aliás, a maior pulga atrás da orelha dos executivos da Snap estaria no burburinho de que os desertores do Snapchat acreditem que os aperfeiçoamentos realizados pelo Facebook tenham deixado as ferramentas originais bem melhores no Instagram. O fundador e CEO, Evan Spiegel, atribui essa queda ao redesenho da interface do aplicativo, no começo ano — o que gerou até mesmo uma petição de fãs que pediam pelo modelo original.

SNAPCHAT

“Já se passaram aproximadamente seis meses desde que lançamos amplamente o redesenho de nosso aplicativo e temos trabalhado duro para melhorar o Snapchat, com base na resposta de nossa comunidade. Sentimos que agora abordamos as maiores frustrações ouvidas nesse período. Estamos ansiosos para fazer progressos na grande oportunidade que temos para mostrar melhor o conteúdo certo para as pessoas certas”, disse Spiegel, ao The Wrap.

Mesmo com queda de usuários, receita aumentou

Ainda que a baixa de audiência seja uma notícia desanimadora, os números financeiros foram bons para a Snap entre abril e junho deste ano. A receita aumentou 44% em relação ao ano passado e chegou aos US$ 262 milhões nesse período — quando o mercado esperava algo em torno de US$ 250 milhões.

A expectativa era de que as ações caíssem US$ 0,17, mas ficou a queda foi de US$ 0,14 por cota e a unidade estava cotada no patamar entre US$ 13,12 e US$ 13,20 ao longo desta quarta-feira. Além dos anúncios e produtos relacionados ao app, a companhia também fatura com a venda de seus óculos de sol para gravação de vídeos, os Spectacles, que foram atualizados recentemente e agora são à prova d’água e podem gravar em alta resolução — custam US$ 149,99 (R$ 565,12 na conversão direta).