A Samsung só deve anunciar o Galaxy Note 9 oficialmente em 9 de agosto, mas o novo top de linha da empresa já foi homologado pela Anatel. Isso deve indicar que ele chegará ao nosso mercado junto ou logo após a disponibilização internacional. O smartphone apareceu na agência reguladora com o modelo “SM-N9600” e foi descoberto por Everton Favretto, que fez a indicação ao Tecnoblog.

O número do modelo e as frequências de rede 4G com as quais o dispositivo é compatível entregam que o Note 9 que chegará ao Brasil será o modelo com chipset Snapdragon 845, o mesmo a ser vendido nos EUA e na China. Além das principais bandas LTE utilizadas no Brasil — a 3, a 7 e a 28 —, o aparelho também é compatível com redes CDMA, que não são mais usadas por aqui, mas ainda persistem nesses outros dois países.

anatelDocumento de homologação do Note 9 na Anatel, indicando que, a partir de hoje, o aparelho já pode ser vendido por aqui

Por contar com um rádio Bluetooth, a S Pen também deve possuir uma bateria embutida

Fora o smartphone, a S Pen do Note 9 também foi homologada pela Anatel. Isso aconteceu porque agora ela será equipada com conectividade Bluetooth, como indicavam os rumores. A homologação confirma essa característica, o que pode indicar que a S Pen realmente terá mais funções, podendo interagir com o Note 9 à distância. Nos modelos lançados pela Samsung até aqui, ela só funcionava quando posicionada bem próxima da tela do celular. É interessante destacar que, por contar com um rádio Bluetooth, a caneta também deve possuir uma bateria embutida.

Ainda não existem expectativas de preço para o Note 9 no Brasil, mas é bem provável que ele custe mais caro do que os Galaxy S9S9+ quando chegaram ao mercado nacional. Portanto, podemos esperar algo entre R$ 5 mil e R$ 6 mil.

note 9Suposto Note 9 à esquerda em comparação com atual Note 8 à direita

Possíveis especificações

O celular deve contar com um chipset Snapdragon 845, da Qualcomm, no Brasil e em alguns outros mercados, além de trazer opções de 6 GB e 8 GB de RAM. Fora isso, acredita-se que a Samsung tenha versões de 128, 256 e 512 GB de armazenamento para esse novo celular, sem contar a possibilidade de expansão com cartões micro SD. A bateria do novo smartphone teria 4.000 mAh de capacidade, e deve haver um conjunto de câmeras duplo na parte traseira, provavelmente com uma delas tendo abertura variável, tal como Galaxy S9 e S9+.