Samsung anunciou seu novo processador para smartphones intermediários avançados, o Exynos 9610. Ele faz parte da série Exynos 7, normalmente utilizada na linha Galaxy A de celulares e que fica logo abaixo dos Exynos 9, reservados para os topos de linha da companhia, como o Galaxy S9 e o S9+. A empresa promete mais poder, velocidade e melhoras nas câmeras.

O novo chip será o sucessor direto do Exynos 7885, utilizado nos modelos deste ano do Galaxy A8 e do A8+. O Exynos 9610 é fabricado no processo de 10 nanômetros FinFET e tem quatro núcleos Cortex-A73 de 2,3 GHz e quatro Cortex-A53 de 1,6 GHz. Os gráficos ficam por conta de um processador ARM Mali-G72 de segunda geração.

O novo chip será o sucessor direto do Exynos 7885, utilizado nos modelos deste ano do Galaxy A8 e do A8+.

A Samsung promete várias melhoras no departamento de multimídia. O Exynos 9610 tem processamento de imagem baseado em aprendizagem profunda para conseguir gravar vídeos em câmera lenta de 480 quadros por segundo na resolução 1080p. Ele deve utilizar aprendizagem de máquina e uma rede neural para refinar a detecção de rostos e o efeito bokeh ­— aquele que deixa o fundo desfocado — sem a necessidade de ter duas câmeras. Isso também deve beneficiar a performance em ambientes pouco iluminados.

O Exynos 9610 começará a ser produzido em larga escala a partir do segundo semestre deste ano, o que significa que ele deve aparecer apenas nos smartphones lançados em 2019.

Cupons de desconto TecMundo: