Segundo reportou a publicação Korea Herald, a Samsung estaria trabalhando em um sistema de reconhecimento facial tridimensional equivalente ao que é usado pela Apple no iPhone X, o Face ID. A empresa sul-coreana já usa um sistema de segurança baseado na identificação do resto do usuário, inclusive tendo aplicado esse recurso em seus dispositivos antes da Maçã, mas nunca em 3D. Assim, a biometria da Samsung pode ser burlada por meio de fotos ou vídeos, o que pode ser evitado quando o dispositivo faz uma varredura com profundidade na imagem a ser analisada.

Apesar dos problemas que o Touch ID ainda apresenta, como a confusão entre gêmeos e até pais e filhos, certamente a tecnologia é muito mais segura e precisa do que leituras faciais em duas dimensões

A informação surgiu a partir do relato de que a Samsung teria entrado em contato com alguns fornecedores que estaria trabalhando em um sistema 3D com níveis de detalhamento similares ao Face ID do iPhone X. Uma das empresas seria a israelense Mantis Vision, com seu sensor de câmera tridimensional que estaria sendo fabricado para a família Galaxy S da Samsung, com foco especial no S10. A startup estaria trabalhando em parceria com a companhia Namuga para produzir o sensor completo.

Apesar dos problemas que o Touch ID ainda apresenta, como a confusão entre gêmeos e até pais e filhos, certamente a tecnologia é muito mais segura e precisa do que leituras faciais em duas dimensões. Ao que parece, a identificação de rostos em 3D é a próxima queridinha das fabricantes de smartphones que investem em biometria para dar mais segurança para seus dispositivos.

Cupons de desconto TecMundo: