Como já virou costume nas Olimpíadas há muitos anos, a Samsung, que é uma das maiores patrocinadoras do evento, homenageia todos os participantes do evento dando a eles algum de seus aparelhos mais poderosos. Na Rio 2016, por exemplo, os atletas levaram um Galaxy S7, enquanto nas Olimpíadas de Inverno de Pyeongchang 2018 a empresa dará nada menos do que uma edição especial do Note 8.

Infelizmente, nem todos os participantes vão ter a chance de receber o aparelho. Segundo o jornal Agence France-Presse, os atletas norte-coreanos, bem como os iranianos, não vão ser presenteados pela Samsung – e não é simplesmente porque seus países não querem permitir o acesso a esses dispositivos, como foi em casos anteriores.

A entrega dos Note 8 aos atletas pode violar sanções feitas aos países

O motivo para isso, dessa vez, seriam as sanções aplicadas pelas Nações Unidas a ambos os países. Visto que o Galaxy Note 8 tem um preço bastante alto, entregar os phablets a todos os atletas desses locais poderia violar as proibições quanto à troca de itens de luxo.

Mesmo que as sanções não estivessem em efeito, infelizmente é pouco provável que os atletas fossem receber seus aparelhos. Afinal, ambos os países são atualmente conhecidos por sua pesada censura, bloqueando seu povo do acesso de quase todas as principais informações do resto do mundo.

Cupons de desconto TecMundo: