Você sabia que tanto o Pixel 2 quanto o Pixel 2 XL vêm com um processador extra, feito especialmente para garantir um melhor desempenho para o aparelho em certas tarefas? Não é exatamente surpresa para quem responder que não, já que o chip, chamado de Pixel Visual Core, nem mesmo está habilitado no dispositivo, por enquanto.

Mas o fato é que ele existe e, com a chegada de uma das atualizações de desenvolvedor do Android 8.1 Oreo que deve ser lançada dentro das próximas semanas, devemos ver todas as vantagens que ele traz em funções ligadas a inteligência artificial, fotos HDR+ e economia de bateria.

Uma curiosidade que pegou muita gente de surpresa, no entanto, foi descobrir que o Visual Core aparentemente foi desenvolvido em um trabalho conjunto entre a Google e a Intel. Prova disso, segundo a CNBC, veio quando um desses smartphones foi desmontado, revelando que o número de série do chip começa com “SR3” – o mesmo usado pela fabricante de processadores. A descoberta, vale notar, foi confirmada pela Gigante das Buscas.

É claro que isso não quer dizer que essa proposta virou padrão para as duas empresas. Mas, visto que ela parece incluir vantagens bastante interessantes no smartphone, não seria surpresa descobrir essa parceria se repetindo entre ambas as companhias. Resta esperar os próximos celulares da Google para ver.

Cupons de desconto TecMundo: