No final da semana passada, um smartphone da Xiaomi identificado como Mi A1 foi flagrado em um teste de benchmark do Geekbench, e, hoje (04), uma suposta primeira foto desse dispositivo apareceu na web. A procedência é duvidosa, mas é possível perceber que se trata de um celular da Xiaomi pelo desenho dos botões de navegação abaixo da tela.

Contudo, segundo os rumores, esse smartphone deveria ser uma colaboração entre a fabricante chinesa e a Google, trazendo um smartphone com software limpo. Ou seja, seria o primeiro Xiaomi com Android Puro. Mas, nessa mesma foto, é possível perceber que esse não é o caso.

O celular está simplesmente usando um launcher que simula a interface da Google. É possível afirmar isso por conta dos ícones no topo direito da tela. Note que o ícone de bateria permanece igual ao que vemos na MIUI. Além disso, o relógio também está posicionado no lado contrário do display. Esses são “sintomas tradicionais” da instalação de um launcher. Você consegue mudar a aparência e algumas funcionalidades das telas iniciais, mas não tem qualquer controle sobre a área status e notificações ou qualquer outra parte do celular.

Por conta disso, existem duas possibilidades para esse suposto vazamento: o celular não é o MI A1 ou essa imagem retrata de fato o tal aparelho, mas ele não foi desenvolvido em parceria com a Google e não tem Android Puro. Essa segunda possibilidade foi inclusive levantada quando o teste de benchmark vazou na semana passada.

Cupons de desconto TecMundo: