Embora uma ou outra edição especial “vermelhona” surja de tempos em tempos, é fato que a maioria das fabricantes de celulares estão apostando em tons mais sóbrios para os seus aparelhos de ponta. Isso faz com vejamos um verdadeiro desfile de smartphones monocromáticos ou no máximo dourados nas vitrines e sites de comércio eletrônico. Ao que parece, a Samsung quer quebrar um pouco desse paradigma com o lançamento do novíssimo Galaxy Note 8. O problema? Essa solução não deve chegar até as suas mãos.

Além das opções Midnight Black, Orchid Gray, Maple Gold e Deep Sea Blue, a sul-coreana deve comercializar uma versão Star Pink de seu novo flagship. Diferentemente dos tons metálicos assumidos por marcas como Apple, a cor escolhida pela gigante asiática é uma espécie de “rosa bebê” que dá um visual bem mais suave e acessível ao recém-anunciado sucessor do Note 7. Não deixa de ser interessante ver um tom tão amigável em um dispositivo com configurações internas tão agressivas.

Ele só fica restrito ao mercado taiwanês

O mais bacana de tudo é que a colorização não afeta apenas a traseira do gadget: ela se espalha também para a moldura lateral do brinquedinho – incluindo os botões de Power, Bixby e alteração de volume – e muda o jeitão clássico até da S Pen. O pequeno detalhe desse lançamento é que, infelizmente, ele só fica restrito ao mercado taiwanês. Ao que tudo indica, o país tem uma preferência grande pela cor e parece ser o local ideal para testes do modelo – que vai ser vendido ao mesmo preço das edições tradicionais.

Como dá para conferir na galeria de imagens mais acima, não é difícil imaginar que a versão Star Pink do Galaxy Note 8 faria um baita sucesso no Ocidente – seja junto ao público feminino ou para qualquer um que goste de ter um celular “diferentão” dos convencionais. E aí, será que há alguma chance da Samsung expandir os planos de distribuição para essa versão do aparelho? Você usaria essa cor de smartphone? Deixe a sua opinião mais abaixo, na seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo: