Ainda que a Microsoft continue completamente muda a respeito desse assunto e não confirme nenhuma informação sobre o suposto Surface Phone, os rumores sobre o aparelho continuam pipocando na web. Uma das principais fontes de dados? As patentes registradas pela empresa, é claro.

A mais recente delas, por exemplo, mostra como as escolhas de design do dispositivo podem ser utilizadas para potencializar o seu uso. Um registro enviado pela companhia de Redmond em fevereiro de 2016, mas aprovado apenas na última quinta-feira (10), fala como o corpo do smartphone deve agir como uma antena expandida para o sinal mobile.

Interessante, hein?

De acordo com o documento, a Microsoft deve adicionar uma antena dialética ao kit – no molde das encontradas nos iPhones e em alguns aparelhos da HTC – para que ela se integre à carcaça de metal. Até aí, nada demais. O pulo do gato é que a divisão do equipamento em duas partes distintas, que podem ser dobradas ou estendidas, deve ajudar a evitar problemas comuns de recepção desse tipo de componente e melhorar a qualidade do sinal.

Não se sabe com certeza se essa tecnologia vai ser utilizada na versão final do Surface Phone, mas não deixa de ser interessante acompanhar o “progresso” do novo celular da marca através de patentes criadas entre 2015 e 2016. E aí, será que um dia realmente veremos esse aparelho no mercado ou o projeto vai acabar ficando apenas no papel?

Cupons de desconto TecMundo: