A Dell tem diversas linhas de notebooks, muitas que já passaram por algumas repaginações de visual e até de proposta. A série Inspiron é uma das que vêm perdurando ao longo dos anos e que surpreendem a cada atualização.

No começo deste ano, a fabricante apresentou os novos notebooks Inspiron durante a CES 2017, ocasião em que impressionou a todos com designs ousados e até foi premiada por suas inovações pontuais.

Como de costume, a nova família de produtos Dell foi projetada para vários mercados, com modelos dedicados aos consumidores brasileiros. Os aparelhos chegam aqui com direito a todas as inovações apresentadas, incluindo o luxo na parte visual e as novidades de hardware que prometem uma performance incrível para o dia a dia.

A fabricante nos enviou uma unidade do Inspiron 7000 de 15 polegadas, o mais avançado da categoria, para uma análise caprichada. O modelo que recebemos se destaca não apenas pelo design diferenciado, mas também pelos componentes internos, que incluem a nova série de processadores Intel e até chip gráfico dedicado da NVIDIA. Será que este é o seu novo laptop?

Especificações

Design moderno

Ao longo dos últimos anos, testamos muitos aparelhos da Dell, inclusive os mais variados produtos da série Inspiron. Em todas as análises, sempre destacamos o esmero da marca em seus aparelhos, o que inevitavelmente é um aspecto muito observado pelos consumidores.

Seguindo a tradição de inovação, a Dell fez atualizações ousadas no design da mais recente série Inspiron. O visual lembra um pouco do que vimos em aparelhos da série XPS, mas há mudanças pontuais que garantem a diferenciação entre as linhas. O design está mais harmônico, graças às alterações nas bordas da tampa e da base.

No todo, a composição ficou mais premium. Muitos ajustes foram feitos em detalhes, como o tom metálico nas arestas, que chamam a atenção e deixam o aparelho muito mais atraente. As bordas finas são um verdadeiro diferencial, ainda mais pela disposição funcional das portas de expansão que foram instaladas de forma coerente com o espaço disponível.

A espessura reduzida é notável e, felizmente, a Dell conseguiu incluir um sistema de refrigeração competente. As saídas de ar ficam na parte traseira, mas são tão discretas que não atrapalham em nada na composição visual.

Apesar do upgrade geral, há algumas áreas que permanecem inalteradas. A cor utilizada no acabamento geral ainda é muito similar, a logotipo está praticamente intacta, porém o conjunto é muito atraente, ainda mais pelas curvas mais ousadas nos cantos do produto, que dão a ele uma cara bem distinta.

Na parte interna do Dell Inspiron 7000, o material emborrachado escolhido pela fabricante oferece o conforto ideal para uso prolongado. A disposição dos elementos também foi devidamente programada para entregar uma experiência mais confortável. Este modelo não tem teclado numérico, mas o teclado padrão vem com o layout brasileiro, o que é ideal para trabalhar.

O teclado tem retroiluminação na cor branca, o que garante boa combinação com o design geral. Há muito espaço ao redor do teclado, característica que torna as tarefas que exigem digitação bem confortáveis. O cuidado nos detalhes, como as delimitações do touchpad e do teclado, proporciona um arranjo mais luxuoso. Só a webcam na parte inferior é que pode parecer um pouco bizarra, mas a gente já tinha visto no Dell XPS, então nada de extraordinário aqui.

Um charme de tela

Uma das características que mais chamaram a atenção no design dos novos Inspiron 7000 foi a mudança no display. Com bordas reduzidas, a tela é similar à que vimos no Dell XPS e em outros modelos da marca, um tipo de visor que a fabricante chama de "Infinity Display". Ela ocupa quase todo o espaço disponível, é um verdadeiro espetáculo à parte!

Com resolução Full HD, a tela do Dell Inspiron 7000 de 15 polegadas exibe imagens de alta qualidade, ideal para ver filmes em alta definição ou curtir games com visuais bem chamativos. A navegação também fica muito prazerosa, sendo que o PC — graças aos recursos do Windows 10 — ajusta automaticamente fontes e elementos para um tamanho apropriado que garante conforto à visão.

A fidelidade na reprodução de cores é um ponto positivo desta tela, que entrega bom nível de contraste e brilho adequado até mesmo para ambientes com muita luz. O display com capacidade de 270 nits reforça o conteúdo reproduzido, garantindo que o usuário possa visualizar muito bem as imagens. Obviamente, esse nível elevado na luminosidade gasta mais bateria.

A qualidade da tela também é perceptível pela tecnologia utilizada, que evita distorções de cores mesmo quando a tela está posicionada em ângulos obtusos; ou seja, se você deixar a tela em uma posição pouco adequada, as imagens ainda ficam bem visíveis. O único inconveniente aqui é a a superfície reflexiva, que incomoda em alguns casos pelo excesso de reflexos.

Desempenho de primeira

Como você já deve saber, a Dell é uma das poucas fabricantes que oferecem formas facilitadas de personalização de hardware em notebooks. A configuração mais básica da série Inspiron 7000 vem com processador Intel Core i5-7200U, 8 GB de memória RAM, HD de 1 TB e placa de vídeo GeForce 940MX.

O modelo que recebemos para testes é o mais completo da linha, o qual vem equipado com o processador Intel Core i7-7500U. Esse componente dual-core pode trabalhar com até 4 threads e clock que chega a 3,5 GHz no modo turbo. Certamente, este chip tem desempenho suficiente para qualquer atividade que você vá realizar no dia a dia ou até mesmo para games.

A performance fica ainda mais robusta com os 16 GB de memória RAM que a Dell adiciona nesta versão do Inspiron 7000. Essa quantidade é mais do que suficiente para executar múltiplos aplicativos simultaneamente. Os componentes já são do padrão DDR4 e rodam com clock de 2.400 MHz, o que garante mais velocidade na transmissão de dados temporários.

Na parte de armazenamento, este modelo traz um SSD de 128 GB e mais um HD de 1 TB (que opera a 5.400 rotações por minuto). A combinação é bastante interessante por mesclar o alto desempenho do SSD com o espaço amplo do disco rígido para guardar muitos arquivos.

Conforme já comentamos, o chip de vídeo é o GeForce 940MX, que vem com 4 GB de memória GDDR5 dedicada. Trata-se de um componente bem robusto para um notebook desse tipo, sendo suficiente para executar vários games recentes. Com os gráficos devidamente ajustados (geralmente no nível mínimo), é possível até jogar Batman Arkham Knight ou Rise of the Tomb Raider. A GPU só não faz um trabalho melhor porque a resolução Full HD consome muitos recursos.

Bateria na medida

As fabricantes atualizam seus notebooks todos os anos, mas nem sempre vemos melhorias na autonomia da bateria. Entre decisões quanto ao design — principalmente pensando na questão do peso e da espessura dos produtos —, ao desempenho geral e à questão energética, muitas marcas optam por manter baterias um tanto limitadas.

Apesar de essa ser uma máxima em muitos casos, a Dell sempre se provou preocupada em otimizar seus laptops para entregar mais tempo de bateria, algo que novamente podemos comprovar com os ótimos resultados do Dell Inspiron 7000. Com a chegada de dispositivos mais econômicos, a marca conseguiu manter uma configuração equilibrada com boa autonomia de bateria.

Em nossos testes, pudemos comprovar que a bateria deste Dell dura aproximadamente 5 horas para tarefas do dia a dia, o que inclui atividades como navegação, reprodução de músicas via WiFi e atividades de escritório. Dependendo do seu uso e das configurações (de brilho e energia), é possível elevar esse tempo facilmente para 6 horas ou mais.

No teste balanceado do Powermark, que envolve uma carga de trabalho que mescla atividades gerais, reprodução de vídeos e execução de jogos, conseguimos a marca de 3 horas e 30 minutos. O resultado é bem razoável, se pensarmos que esse teste abusa da placa de vídeo, que consome mais energia. Então, se você pretende rodar games, pode esperar cerca de 3 horas de autonomia.

Extras

Se você gosta de usar o notebook como sua plataforma de jogos e entretenimento, há chances de que este Dell possa surpreender pelo conjunto da obra. Além da tela impressionante e do hardware bem equilibrado, a fabricante caprichou na parte de áudio, incluindo componentes de som bem competentes para as principais atividades multimídia.

Os alto-falantes ficam instalados embaixo do teclado, o que, além de deixar o visual mais limpo, distribui melhor o som. O áudio do novo Dell Inspiron 7000 tem bom nível de volume e não apresenta distorção dos sons. Como a maioria dos laptops modernos, este modelo prioriza os agudos e médios, mas os graves ainda estão presentes. A experiência com filmes e jogos é envolvente.

Importante notar que a GPU e a CPU podem esquentar consideravelmente durante a execução dos games. Em nossas verificações, percebemos que as saídas de ar marcam facilmente 55 graus Celsius. Em algumas regiões do teclado, a temperatura chega aos 45 graus, o que incomoda um bocado, mas não é tão preocupante. No geral, um bom projeto de refrigeração, que não emite muitos ruídos.

Vale a pena?

Novamente, a Dell mostra que tem muitas nas cartas na manga quando o assunto é inovação para notebooks. A marca acertou em cheio no design da nova série Inspiron e apresentou uma atualização de hardware bastante competente para as tarefas do dia a dia e até mesmo para jogos mais simples.

O design deste Dell compactua com os demais produtos da fabricante e se mostra muito alinhado com a antiga versão do aparelho. As mudanças pontuais no visual garantem modernidade ao modelo, que se mostra mais bonito do que muitos dispositivos concorrentes. É claro que esta é uma questão de preferência, mas é inegável que a Dell fez um bom trabalho na composição.

O novo Dell Inspiron 7000 de 15 polegadas é um notebook bem completo e luxuoso!

Na questão da configuração interna, nós gostamos muito da atualização dos componentes. A chegada da sétima geração de processadores Intel e de uma GeForce já preparada para games modernos vem a calhar em várias situações. O desempenho geral é excelente, sendo que este notebook deve ser uma boa opção para quem gosta de curtir filmes e jogos.

A configuração mais básica do Inspiron 7000 de 15 polegadas custa R$ 3.398, mas vem com o sistema Ubuntu, o que pode ser uma limitação para quem vai trabalhar com Office ou quer jogar. Por um pequeno acréscimo, já é possível equipar a máquina com o Windows, sendo que o hardware mais básico — com Intel Core i5 e 8 GB de RAM — também já deve ser excelente para atividades diárias.

O modelo que nós testamos já é bem mais completo e tem seu preço estabelecido em R$ 4.598 — um tanto salgado para um laptop intermediário (considerando que os modelos Inspiron Gaming ficam um pouco acima desse valor). Assim, uma boa ideia pode ser pensar em um Inspiron mais modesto e atualizá-lo com um drive de estado sólido ou esperar por uma promoção que deixe o preço mais agradável.

Bom, independente do modelo que você pretende comprar, certamente os novos notebooks da série Inspiron 7000 devem atender tranquilamente às suas necessidades. São mais do que recomendados!