Na semana passada, muitos veículos da imprensa nacional (o que inclui o TecMundo) divulgaram uma notícia acerca de Davi Braga, um pequeno empreendedor alagoano responsável pelo serviço List It — um site criado para facilitar a vida de pais e mães que precisam fazer compras de materiais escolares. Nessa notícia, acabamos nos referindo erroneamente ao faturamento do serviço e dissemos que ele gerava R$ 100 mil por mês.

Por conta disso, uma série de especulações começaram a ser feitas pelos leitores e nós criamos um pequeno artigo para falar mais sobre a polêmica. Depois de tudo isso, conseguimos contato com João Kepler Braga (pai de Davi Braga) e tivemos a oportunidade de esclarecer todos os fatores que estavam em aberto até o fechamento daquele artigo.

Por telefone, conseguimos conversar com Kepler e tivemos todas as respostas que precisávamos. De maneira solícita e clara, ele nos contou que o projeto é sim do filho Davi Braga e os investimentos dele foram apenas em um vídeo promocional e nos cartões de visita criados para ele. Toda a coordenação do projeto, o marketing e as vendas da ideia ficaram por conta do próprio "Davizinho". O garoto ainda criou um vídeo — que está no topo da página — para esclarecer tudo.

Também havia alguns questionamentos acerca das palestras que são vendidas por eles e isso também foi respondido. De acordo com João Kepler Braga, Davi fez apenas algumas apresentações em eventos de empreendedorismo para falar sobre a experiência de ser um jovem empreendedor, afirmando ainda que ele é autorizado pela mãe a fazer apenas uma aparição por mês. Confira também a nota que o pai dele nos enviou:

Nota oficial

"Olá pessoal, sou o pai do Davizinho. Apenas para colocar os devidos pingos nos is. O Davi não é e nunca disse que é Developer, ainda vai começar um curso para aprender.  O sistema NÃO é um APP, é um site responsivo que funciona também no celular, por exemplo. O negócio é sazonal e faturou [não lucrou] R$ 100 mil em Janeiro/Feveiro de 2015, não por mês. A conta é simples: foram 130 listas vendidas apenas na cidade de Maceió, com média de R$ 750,00 cada lista no período de VALIDAÇÃO. O ganho é de 10%, mas ainda tem que tirar despesas com meios de pagamento, por exemplo.

O site só volta a operar e pensar em expansão no próximo período de compra de material escolar. A ideia foi dele SIM, e não minha ou da mãe dele. Ele tem 3 mil mães cadastradas em todo o Brasil querendo comprar no ano que vem, fora as centenas de pedidos de lojas para parcerias. Quem conhece o Davi de perto sabe que ele é espontâneo e autêntico, assim como todas as matérias em que ele deu entrevista. Eu sou o pai SIM, e qual pai não apoiaria o sonho do seu filho?

É marketing educar filhos para o mundo em vez de querer mudar o mundo para eles? É marketing querer que eles sejam empreendedores? Davi é um pequeno grande empreendedor e essa startup com certeza não será seu último negócio. Ideias para ele é o que não faltam!  Quem conhece pessoalmente o Davizinho pode afirmar isso!  

Por onde passa deixa uma mensagem positiva para os demais jovens de qualquer idade, que é importante abrir a porta da oportunidade, mas nunca deixou de ser grato e falar publicamente do apoio da família para começar a sua jornada. O resto é só desinformação e especulação.  Muito obrigado a todos!"

Cupons de desconto TecMundo: