(Fonte da imagem: Reprodução/Folha de S.Paulo)

Um Boeing 737 da VASP teve dificuldades em cruzar as ruas da cidade de São Paulo na madrugada da última sexta-feira (11). A carcaça do avião estava sendo conduzida para um espaço de eventos na cidade da Araraquara, localizada a 237 km, no interior do estado de São Paulo.

Técnicos da Companhia de Engenharia e Tráfego (CET) avaliavam as medidas da carcaça de forma que ela pudesse passar por algumas ruas sem atingir os fios elétricos. Somente para percorrer os primeiros 100 metros foi necessária uma hora de trabalho.

A aeronave chegou à Avenida dos Bandeirantes somente 3 horas depois e lá foi estacionada para que algumas peças localizadas na parte superior da carcaça fossem retiradas. A carcaça foi comprada pelo comandante Edinei Capistrano, que espera colocá-la em uma propriedade rural do interior de São Paulo, onde mora, e construir no local um espaço para eventos.

Segundo a legislação, uma carga tão grande como essa só pode circular pelas ruas entre as 23h e às 4h. É preciso pagar uma taxa extra para a prefeitura e o trajeto precisa ser autorizado pela Companhia de Engenharia e Tráfego. No caso do transporte dessa aeronave, foram necessários 45 dias de planejamento.

Fonte: Folha de S.Paulo

Cupons de desconto TecMundo: