Bob Dylan é acusado de abuso sexual; caso teria acontecido em 1965

1 min de leitura
Imagem de: Bob Dylan é acusado de abuso sexual; caso teria acontecido em 1965
Avatar do autor

Uma mulher acusa Bob Dylan de abusar sexualmente dela em 1965. Na ocasião, a mulher, identificada apenas como “JC”, tinha 12 anos, conforme alega no processo aberto na Suprema Corte do Estado de Nova York na última sexta-feira (13).

O texto do processo afirma que o músico forneceu drogas e álcool à jovem para então estuprá-la e a ameaçou de violência física, caso contasse algo para alguém. Segundo a acusação, isso teria ocorrido ao longo de seis semanas entre abril e maio de 1965 e teria deixado a jovem "com sequelas emocionais e psicológicas que perduram até hoje".

A mulher alega ainda que Dylan, então com 24 anos, a seduziu e criou uma conexão emocional para atrair a jovem. A técnica, conhecida como grooming, teria sido utilizada pelo músico para convencê-la a ir até seu apartamento no Hotel Chelsea, onde ele trabalhava nas letras de seu sétimo álbum de estúdio, Blonde on Blonde.

Bob Dylan e Joan Baez.Bob Dylan e Joan Baez.Fonte:  IMDb/Reprodução 

O outro lado

Um porta-voz de Dylan enviou a seguinte declaração, afirmando que a acusação é falsa e que os advogados do músico irão “trabalhar vigorosamente para defendê-lo”. A defesa afirma que, de acordo com a agenda do músico, entre março e abril de 1965, Dylan estava em turnê com a cantora Joan Baez e então, eles teriam partido para o Reino Unido, onde ficaram até o dia 10 de maio.