HBO Max: streaming alcança 67,5 milhões de assinantes no mundo

1 min de leitura
Imagem de: HBO Max: streaming alcança 67,5 milhões de assinantes no mundo
Imagem: Warner Bros./Divulgação
Avatar do autor

O HBO Max fechou o segundo trimestre de 2021 com 67,5 milhões de assinantes no mundo. O serviço de streaming da Warner Bros. teve um crescimento expressivo nos EUA, onde somou 2,8 milhões de assinantes a mais em relação ao final do primeiro trimestre. Já os usuários internacionais são responsáveis por 760 mil novas inscrições.

Atualmente, o HBO Max conta com 47 milhões de assinantes nos Estados Unidos e no Canadá, contra 74 milhões da Netflix. A  AT&T espera chegar a esse número globalmente até o final do ano.

"Pelo quarto trimestre consecutivo, vimos um bom crescimento de assinantes em wireless, fibra e HBO Max", disse o CEO da AT&T, John Stankey, na quinta-feira. "O HBO Max teve outro trimestre forte e está à frente do plano de ser uma plataforma líder de streaming direto ao consumidor, com opções de assinantes e de anúncios. Como resultado, estamos aumentando nossa previsão de fim de ano global do HBO Max".

Kate Winslet e Evan Peters em 'Mare of Easttown', produção original do HBO Max.Kate Winslet e Evan Peters em 'Mare of Easttown', produção original do HBO Max.Fonte:  IMDb/Reprodução 

Os planos anteriores da AT&T e da WarnerMedia eram de 67 a 70 milhões de assinantes até o final de 2021 e entre 75 milhões e 90 milhões em 2025. Com os novos resultados, a empresa agora espera mais de 70 milhões de inscrições até o final do ano e entre 120 milhões e 150 milhões em 2025.

Uma das explicações para o sucesso da plataforma é o plano de lançar todos os filmes da Warner Bros. de 2021 no serviço de streaming no mesmo dia em que chegarem aos cinemas. Além disso, a empresa tem investido pesado em produções originais, como o especial de Friends, a minissérie Mare of Easttow, protagonizada por Kate Winslet, e a versão de Zack Snyder da Liga da Justiça.

Além disso, o HBO Max lançou recentemente uma versão mais barata nos EUA, com suporte de anúncios do serviço, que abriu a porta para mais pessoas se inscreverem. No Brasil, a empresa ofereceu um desconto para novos assinantes até agosto.