Invocação do Mal 3: filme iria dar origem a mais um spin-off

2 min de leitura
Imagem de: Invocação do Mal 3: filme iria dar origem a mais um spin-off
Imagem: IMDb/Reprodução
Avatar do autor

Invocação do Mal 3: A Ordem Do Demônio estreou no último final de semana em algumas salas de cinemas e no catálogo do HBO Max. A franquia de horror criada em 2013 por James Wan contou pela primeira vez com um novo diretor, Michael Chaves, e também foi o primeiro filme a não possuir um personagem para um spin-off.

No primeiro longa, a boneca Annabelle fez tanto sucesso que ganhou três filmes. Já em Invocação do Mal 2, foi a vez da terrível freira possuída roubar a cena e ganhar um spin-off. Neste terceiro capítulo, Chaves explicou que originalmente haveria um demônio que poderia dar origem a um filme solo, porém, durante a edição ele acabou sendo removido do longa.

“Na verdade, tínhamos o que pensávamos ser o novo demônio [para um spin-off], e isso é algo que era verdadeiro na história", comentou o cineasta. "Tínhamos um demônio que foi totalmente extraído do filme. E parecia que este seria um demônio realmente icônico. E [o produtor James Wan] estava com essa ideia desde o início”.

“[Porém,] Estamos apresentando um adversário humano, que foi a primeira vez que aconteceu no Universo de Invocação do Mal”, continuou Chaves. “Então, de repente, [o] relacionamento [entre o ocultista e o demônio] parecia um pouco confuso. Eles simplesmente não se conectaram [como esperávamos]”.

Vera Farmiga, Patrick Wilson e Keith Arthur Bolden em 'Invocação do Mal 3: A Ordem Do Demônio'.Vera Farmiga, Patrick Wilson e Keith Arthur Bolden em 'Invocação do Mal 3: A Ordem Do Demônio'.Fonte:  IMDb/Reprodução 

O cineasta explicou que esse tipo de mudança de última hora já havia acontecido antes na franquia. De acordo com Chaves, a freira de Invocação do Mal 2 foi acrescentada depois das filmagens principais.

“A mesma coisa aconteceu em Invocação do Mal 2. A Freira foi totalmente criado em refilmagens", explicou o diretor. "Havia outro demônio em que a freira substituiu. E então estávamos em uma situação semelhante em que tínhamos essa história, [e] estava ficando um pouco complicada. O demônio simplesmente não estava se conectando [com o restante]".

Chaves acrescentou que se sentiu mal por Davis Osborne, o ator que interpretou o demônio. Mas a equipe foi capaz de dar a Osborne outro papel - um paciente na enfermaria da prisão que provoca Arne Johnson (Ruairi O’Connor)

“O cara que interpretou o demônio era um ator incrível, Davis Osborne”, Comentou Chaves. “Nós o trouxemos de volta e ele é na verdade o paciente da enfermaria [que atormenta Arne Johnson na prisão]. Ele fez um ótimo trabalho. Eu me senti tão mal, meu coração se partiu porque eu pensei, ‘Cara, você fez um ótimo trabalho com aquele demônio, mas não funciona no filme’. E então descobrimos uma maneira de ainda trazê-lo de volta”.

Invocação do Mal 3: filme iria dar origem a mais um spin-off