Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência começa no sábado

2 min de leitura
Imagem de: Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência começa no sábado
Imagem: Assim Vivemos/Divulgação
Avatar do autor

Começa neste sábado, dia 10 de abril, a edição online e gratuita do Assim Vivemos - Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência. O evento acontece até quarta-feira, dia 14, e conta com dezesseis produções de onze países, entre eles dois brasileiros.

Confira algumas imagens dos filmes que serão exibidos no vídeo abaixo:

O que esperar do Festival?

As produções que chegam ao evento apresentam os mais diferentes temas, mas sempre permitem uma reflexão, como as dificuldades de comunicação para alguém que nasceu surdo, a integração por meio do teatro, a importância do esporte, autismo e mais.

Fonte: Assim Vivemos/DivulgaçãoFonte: Assim Vivemos/DivulgaçãoFonte:  Assim Vivemos/Divulgação 

O Festival acontecerá exclusivamente pelo site www.assimvivemos.com.br com duas sessões diárias, uma às 15h e outra às 17h. Todos os dias, às 19h, também terá um debate mediado por Lara Pozzobon, uma das fundadoras do Assim Vivemos. O link da discussão será divulgado no site do evento.

Tanto as produções, quanto o debate, irão contar com recursos de acessibilidade, como audiodescrição, legendas LSE (para surdos e ensurdecidos) e interpretação em LIBRAS.

Além disso, será distribuído gratuitamente por e-mail um material didático com sugestões de atividades para professores e profissionais da área. As lições são inspiradas nos temas dos filmes.

Programação do Festival

Fonte: Assim Vivemos/DivulgaçãoFonte: Assim Vivemos/DivulgaçãoFonte:  Assim Vivemos/Divulgação 

Sábado, 10: Serão exibidos duas médias-metragens e um longa. O francês “A Largura e o Comprimento do Céu”, de Domonique Margot; o belarrusso “Quem É o Último”, de Siarhei Isakov; e o espanhol “O Que Tem Debaixo do Seu Chapéu”, de Lola Barrera e Iñaki Peñafiel.

Fonte: Assim Vivemos/DivulgaçãoFonte: Assim Vivemos/DivulgaçãoFonte:  Assim Vivemos/Divulgação 

Domingo, 11: O dia conta com seis produções, sendo três curtas e três médias. São eles: o russo “Ver e Crer”, de Tofik Shakhverdiev; o iraniano “Beleza Desconhecida”, de Mahboubeh Honarian; o brasileiro “Mona”, de Lucca Messer; o iraniano “Quando Brilha Um Raio de Luz”, de Shahriar Pourseyedian; o tailandês “Dentro de Mim”, de Sophon Shimjinda e, o outro brasileiro “O Que Pode Um Corpo”, de Victor Di Marco e Márcio Picoli.

Fonte: Assim Vivemos/DivulgaçãoFonte: Assim Vivemos/DivulgaçãoFonte:  Assim Vivemos/Divulgação 

Segunda, 12: Neste dia, estarão disponíveis quatro médias-metragens. O brasileiro “Estrangeiros”, de Sônia Machado Lima; o birmanês “Uma Menina em 10x10”, de Mai May Sakarwah e Mary, Yu Par Mo Mo; o isaraelense “Independente”, de Ariela Alush, e o moçambicano “De Corpo e Alma”, de Matthieu Bron.

Fonte: Assim Vivemos/DivulgaçãoFonte: Assim Vivemos/DivulgaçãoFonte:  Assim Vivemos/Divulgação 

Terça, 13: No último dia de exibições, o evento conta com um longa e duas médias. Sendo, o canadense “Somos Todos Daniel”, de Jesse Heffring; o brasileiro “Stimados Autistas”, de Cristiano de Oliveira, e o francês “Soluções Promissoras”, de Romain Carciofo.

Para conferir a programação completa do Assim Vivemos, acesse: www.assimvivemos.com.br

Festival Internacional de Filmes sobre Deficiência começa no sábado