Godzilla Vs. Kong aprovou? Confira as primeiras críticas do filme

3 min de leitura
Imagem de: Godzilla Vs. Kong aprovou? Confira as primeiras críticas do filme
Imagem: IMDb/Reprodução
Avatar do autor

Depois de muita espera, Godzilla Vs. Kong enfim chegou aos cinemas e ao catálogo do HBO Max. O filme dirigido por Adam Wingard (Death Note) mostra o embate entre os dois monstros gigantes e abre ainda mais as portas do MonsterVerse. Mas será que o encontro entre Godzilla e Kong esta à altura dos personagens? Abaixo você pode conferir as principais críticas do filme.

Críticos elogiaram principalmente as sequências de lutas entre os titãs.Críticos elogiaram principalmente as sequências de lutas entre os titãs.Fonte:  IMDb/Reprodução 

THR - David Rooney

“A ação se destaca ao longo do filme de uma forma grande e turbulenta, arrebatada pela trilha sonora dinâmica de Junkie XL. Com exceção dos papéis desempenhados por Demián Bichir, o sempre divertido Brian Tyree Henry e a estreante Kaylee Hottle, que vem de uma família totalmente surda, os personagens humanos tendem a ficar em segundo plano. Mas o que realmente importa é a luta dos titãs, e nesse sentido poucos devem reclamar”.

Variety - Peter Debruge

“Os roteiristas Eric Pearson (Thor: Ragnarok) e Max Borenstein (que está com a franquia desde Godzilla de 2014) têm uma maneira de complicar as coisas com reviravoltas que mal se aguentam. Godzilla vs. Kong é mais gratificante quando é mais simples, o que acontece tanto em cenas silenciosas de ligação entre Jia e Kong, ou então naqueles momentos ensurdecedores quando os monstros estão lutando para sair. Eles fazem isso de uma forma de animação suspensa ao estilo de Zack Snyder, para que os fãs provavelmente nem percebam que o cineasta está diminuindo a taxa de quadros para acentuar seus movimentos mais dramáticos”.

Collider - Matt Goldberg

Godzilla vs. Kong é o mais cínico dos blockbusters porque acredita que você, como espectador, não espera nada mais do que nostalgia misturada com espetáculo CGI. E embora isso não seja novo, há algo particularmente desanimador assistir diretores como Wingard, se jogando em algo totalmente descartável, onde os únicos vencedores são os acionistas da AT&T. Obviamente, todos os sucessos de bilheteria são construídos com base no comércio, independentemente de serem bons filmes ou não. A Warner Bros. não fez filmes como Mad Max: Estrada da Fúria ou Harry Potter pela bondade de seus corações. Eles fizeram isso para ganhar dinheiro, e tudo bem. Mas raramente é tão transparente e preguiçoso como o espetáculo vazio e a destruição sem sentido apresentados em Godzilla vs. Kong. O público, o elenco e esses animais robustos merecem coisa melhor”.

IndieWire - Kate Erbland

“No final, é tudo sobre as batalhas, e o filme de Wingard oferece uma das melhores da franquia. O confronto no oceano é uma aula magistral em extravagâncias CGI coerentes que acontecem ao anoitecer e frequentemente debaixo d'água. Os instigantes frames finais sugerem mais por vir, mas Godzilla vs. Kong faz algo raro: oferece uma história satisfatória que pode ficar sozinha, mesmo quando seus heróis monstruosos exigem mais exploração”.

Bloody Disgusting - Meagan Navarro

"O diretor Adam Wingard se compromete totalmente com a ação e a aventura. Combinado com a tecnologia sofisticada à sua disposição, Godzilla vs. Kong oferece todo o espanto e caos monstruoso que você esperava. O evento principal chega tarde, mas Wingard faz a espera valer a pena, com cenários emocionantes e pura destruição divertida. O cineasta cumpriu sua promessa de garantir que um titã também saísse vitorioso, embora seja previsível como isso acontecerá se você estiver prestando atenção".

Screen Rant - Mae Abdulbaki

"O aspecto mais interessante do filme envolve Jia (Hottle) e sua amizade com King Kong, que confia nela mais do que em qualquer outra pessoa. O relacionamento deles é cativante e adorável, proporcionando ao público uma conexão atenciosa entre ela e uma das criaturas no centro do filme. As histórias humanas em torno do evento principal estão todas conectadas, embora haja uma falta geral de profundidade nas suas emoções. No entanto, o filme ainda consegue entreter em muitos níveis, oferecendo confrontos atraentes entre Godzilla e Kong, que funcionam em grande escala, bem como histórias de monstros intrigantes que ajudam a explorar um pouco mais a história dos personagens titulares".

ComicBook - Charlie Ridgely

"Esses titãs são lindos, e vê-los explodir enquanto uma cidade desmorona ao redor deles é uma visão estranhamente bela de se admirar, especialmente na tela grande. Godzilla vs. Kong é o filme de monstro que todos esperávamos. É um filme perfeito? Absolutamente não. Mas é o mais divertido que você terá com um filme este ano. Se for seguro ir ao cinema onde você está, ou se você foi vacinado e mal pode esperar para voltar, não há nada como ver Godzilla vs. Kong na tela grande".

Godzilla Vs. Kong aprovou? Confira as primeiras críticas do filme