Oscar 2021: premiação será realizada em vários locais de forma presencial

2 min de leitura
Imagem de: Oscar 2021: premiação será realizada em vários locais de forma presencial
Imagem: Oscars/Reprodução
Avatar do autor

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas revelou os planos para a realização do Oscar 2021. Em comunicado divulgado pelo The Hollywood Reporter, foi confirmado que a cerimônia ocorrerá de forma presencial, com transmissão ao vivo a partir de vários locais, dentre eles o Dolby Theatre, em Los Angeles. Mais informações sobre como o evento será organizado ainda não foram divulgadas, bem como quem apresentará a premiação.

Em razão da pandemia, que resultou no adiamento do evento em dois meses, a atitude apresenta-se como uma busca por cenários criativos e seguros. “Neste ano específico que exigiu muitas medidas por parte de todos, a Academia está determinada a apresentar um Oscar diferenciado, priorizando a saúde pública e a segurança de todos que irão participar”, disse um porta-voz da organização.

“Para criar o show presencial que nosso público global deseja ver, enquanto se adapta aos requisitos da pandemia, a cerimônia será transmitida ao vivo de vários locais, incluindo o famoso Dolby Theatre. Esperamos compartilhar mais detalhes em breve”, completou.

24ª edição do Oscar, em 195224ª edição do Oscar, em 1952Fonte:  Oscars/Reprodução 

Especialistas da indústria especulam que o formato pode ser similar aos executados na década de 1950, no qual a noite de comemoração trazia encontros de participantes e homenageados na Califórnia e em Nova York. Contudo, é pouco provável que o momento de tapete vermelho aconteça.

Ao considerar os membros votantes da Academia, é também possível que, neste ano, outras cidades fora dos Estados Unidos — como Londres, Paris e Seul — sirvam de hospedeiras da cerimônia. Tal estratégia poderia poupar pessoas responsáveis pela apresentação de realizar viagens de longa distância e diminuir os riscos.

Quando Jesse Collins, Stacey Sher e Steven Soderbergh foram anunciados como produtores da edição de 2021, David Rubin, presidente da Academia, falou mais sobre o assunto. “Será a ocasião perfeita para inovar e rever as possibilidades da premiação. É a equipe que responderá diretamente à esta época. A Academia está animada para trabalhar com eles para entregar um evento que reflita o amor mundial por filmes e como eles nos conectam e divertem quando mais precisamos”.

Oscar 2020Oscar 2020Fonte:  Oscars/Reprodução 

Além disso, outra mudança que reflete as estratégias de reajustes e adaptação encontra-se na diminuição do prazo de submissão para avaliação de filmes após seus lançamentos, tanto em cinema ou streaming. Outro ponto é que aumentou o número de produções qualificadas para concorrer em diversas categorias, resultando em recorde nas inscrições de documentários (foram 170 no último ano e 238 agora). Outro marco está na categoria de longa-metragem internacional, atingindo 93 países para concorrer às nomeações finais.

Devido à formação de comitês específicos e composição de membros votantes, o Oscar 2021 deverá trazer uma maior diversidade em sua lista de indicados. Inclusive, muitos títulos comandados por mulheres, como o caso de Chloé Zhao por Nomadland e Regina King por Uma Noite em Miami..., diretoras apontadas como favoritas em outras premiações.

O anúncio dos indicados da 93ª edição do Oscar acontecerá no dia 15 março, com o evento de celebração em 25 de abril.

Oscar 2021: premiação será realizada em vários locais de forma presencial