Morre Jean-Claude Carrièrre, um dos maiores roteiristas da história

1 min de leitura
Imagem de: Morre Jean-Claude Carrièrre, um dos maiores roteiristas da história
Avatar do autor

Morreu na manhã desta segunda-feira (8), o escritor, diretor e roteirista francês, Jean-Claude Carrière. A informação foi confirmada por sua filha à Agence France-Presse. Segundo Kiara Carrière, seu pai não sofria de nenhuma doença e acabou falecendo "enquanto dormia", aos 89 anos, na sua casa, em Paris.

Parceria de sucesso

O dramaturgo trabalhou duas décadas com Luis Buñuel, outro grande nome da história do cinema. Conheceu o espanhol no Festival de Cannes de 1963, de onde seguiram juntos profissionalmente por duas décadas.

Juntos, os dois assinaram o roteiro de grandes obras do cinema mundial, como Belle de Jour (1967), A Via Láctea (1969), O Discreto Charme da Burguesia (1972), O Fantasma da Liberdade (1974) e Esse Obscuro Objeto do Desejo (1977).

Carrière na cerimônia de abertura do 69º Festival de Cannes, em 2016Carrière na cerimônia de abertura do 69º Festival de Cannes, em 2016Fonte:  AFP / Arquivo 

Considerado um dos grandes roteiristas da história do cinema, trabalhou com outros gigantes do mercado, como Volker Schlondorff, Peter Brook, Nagisa Oshima e Milos Forman.

Jean-Claude Carrièrre chegou a ser indicado ao Oscar por diversas obras, como A Insustentável Leveza do Ser, Esse Obscuro Objeto do Desejo e O Discreto Charme da Burguesia. O francês ganhou um Oscar por escrever o curta-metragem Feliz Aniversário, em 1963. Em 2014, recebeu um Oscar honorário por suas realizações durante a vida.

Com mais de 150 trabalhos publicados, entre contos, entrevistas, livros e roteiros, Carrière receberá uma homenagem em Paris, Segundo sua filha, ele será sepultado em sua terra natal, Colombières-sur-Orb, no sul da França.