Roku compra catálogo do Quibi por menos de US$ 100 milhões

1 min de leitura
Imagem de: Roku compra catálogo do Quibi por menos de US$ 100 milhões
Imagem: Deadline/Reprodução
Avatar do autor

A Roku anunciou a aquisição dos direitos do catálogo do extinto serviço de streaming Quibi. Conforme a matéria publicada no The Wall Street Journal nesta sexta-feira (8), o acordo custou menos de US$ 100 milhões.

As mais 75 produções da antiga plataforma serão transmitidas durante a programação do Roku Channel, aplicativo da própria companhia. Apesar do acesso gratuito aos conteúdos, haverá propagandas durante as exibições.

Com Keith Sutherland, reboot de O Fugitivo era uma das atrações exclusivas do Quibi.Com Keith Sutherland, reboot de O Fugitivo era uma das atrações exclusivas do Quibi.Fonte:  Quibi/Divulgação 

Ainda de acordo com o Wall Street Journal, as atrações do Quibi devem estrear no Roku Channel nos próximos meses. Além dos conteúdos lançados anteriormente no serviço de streaming, programas inéditos também serão adicionados à nova plataforma.

Rob Holmes, vice-presidente de programação da Roku, falou sobre a recente aquisição em nota à imprensa. Para ele, o acordo marca uma “rara oportunidade de adquirir uma programação atraente e original com alguns dos maiores nomes do entretenimento”.

“Estamos empolgados em dar boas-vindas aos estúdios incríveis e indivíduos talentosos que deram vida a essas histórias e vão exibir seus conteúdos para nossas dezenas de milhões de usuários”, comenta o executivo.

Quibi iniciou parcerias com grandes astros da indústria como o diretor Steven Spielberg.Quibi iniciou parcerias com grandes astros da indústria como o diretor Steven Spielberg.Fonte:  TubeFilter/Reprodução 

Sobre o Quibi

Lançado em abril de 2020 nos Estados Unidos e no Canadá, o Quibi tinha a proposta de ser um serviço de streaming exclusivo para dispositivos móveis. A programação era focada em conteúdos curtos para serem assistidos, por exemplo, no transporte público.

Entretanto, com as pessoas em casa devido à pandemia de covid-19, a plataforma foi ofuscada por grandes concorrentes como Netflix, Disney+ e YouTube. Assim, ela encerrou as atividades em outubro de 2020 – menos de um ano após a estreia.

Atualmente, o Roku Channel está disponível em smarts TVs e gadgets da marca, assim como possui apps para mobile. Atualmente, o serviço tem mais de 50 milhões de contas ativas e um público com cerca de 60 milhões de pessoas nos Estados Unidos.

Roku compra catálogo do Quibi por menos de US$ 100 milhões