Sean Connery, primeiro James Bond, morre aos 90 anos

3 min de leitura
Imagem de: Sean Connery, primeiro James Bond, morre aos 90 anos
Imagem: IMDb/Reprodução
Avatar do autor

Sean Connery, responsável por viver o James Bond pela primeira vez nos cinemas, morreu aos 90 anos. A notícia foi confirmada pelo filho do ator, Jason, que relatou à Associated Press que seu pai faleceu enquanto dormia, na madrugada deste sábado (31), em sua residência nas Bahamas.

Nascido em Edimburgo, na Escócia, Connery largou os estudos aos 14 anos e trabalhou em diversos empregos como leiteiro, pedreiro e salva-vidas. Serviu à Marinha Real Britânica e, após ser dispensado por problemas de saúde, participou do Mister Universo em 1953 e decidiu tentar a vida como ator em pequenas peças de teatro.

Seu primeiro trabalho no cinema foi um pequeno papel não creditado em Lilacs in the spring, de 1954. Ao longo da sua carreira somou 94 participações em filmes, incluindo sete vezes como o espião mais conhecido dos cinemas: Bond, James Bond. Connery estreou o personagem criado pelo escritor Ian Fleming em 1962 em O Satânico Dr. No. Ele repetiu o papel outras seis vezes em Moscou contra 007 (1963), Contra Goldfinger (1964), Contra A Chantagem Atômica (1965), Com 007 Só Se Vive Duas Vezes (1967), 007 - Os Diamantes São Eternos (1971) e 007 - Nunca mais outra vez (1983) — este último não faz parte da cronologia oficial da franquia.

Em um comunicado, os produtores da franquia 007, Michael G. Wilson e Barbara Broccoli, disseram que Connery “foi e sempre será lembrado como o James Bond original, ao dizer a clássica frase, ‘Meu nome é Bond... James Bond’. Ele revolucionou o mundo com seu semblante corajoso e espirituoso do agente secreto sexy e carismático. Ele é, sem dúvida, o grande responsável pelo sucesso da série de filmes e seremos eternamente gratos a ele".

Sean Connery também participou de outras grandes produções como Indiana Jones e a Última Cruzada, onde viveu o pai do protagonista, A Caçada ao Outubro Vermelho, adaptação do famoso romance de Tom Clancy, e Os Intocáveis, dirigido por Brian De Palma e que lhe rendeu um Oscar de Melhor Ator Coadjuvante.

Nas redes sociais, diversas personalidades lamentaram o falecimento do ator.

Spike Lee

"Droga, acabamos de perder OUTRO dos grandes. Algumas das primeiras memórias que eu tenho da minha mãe me levando ao cinema foi para ver James Bond".

Arnold Schwarzenegger

“Sean Connery era uma lenda, um dos maiores atores de todos os tempos. Ele forneceu entretenimento sem fim para todos nós e inspiração para mim”.

Stephen King

"Sean Connery em seu primeiro papel principal, como um boxeador fracassado. Ele era um bom ator e, segundo muitos relatos, um cara legal".

Fontes

Sean Connery, primeiro James Bond, morre aos 90 anos