Cineastas assinam carta em apoio aos donos de cinema dos EUA

1 min de leitura
Imagem de: Cineastas assinam carta em apoio aos donos de cinema dos EUA
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

Um grupo de cineastas de Hollywood se juntaram para assinar uma carta em apoio aos donos de salas de cinema dos Estados Unidos. O objetivo é chamar a atenção do congresso, para que o Governo possa fornecer algum tipo de assistência, enquanto a situação não puder ser normalizada.

Desde o início da pandemia, 93% das salas sofreram perdas de 75%. Se a situação não for controlada em breve, a Associação Nacional de Proprietários de Cinema (NATO, na sigla em inglês) prevê que 69% dos cinemas de pequeno e médio porte serão forçados a pedir falência ou fechar permanentemente, enquanto 66% dos empregos no cinema serão perdidos.

Almodovar, Greta Gerwig e Scorsese assinaram o documentoAlmodovar, Greta Gerwig e Scorsese assinaram o documentoFonte:  IMDb/Reprodução 

Na carta, os diretores afirmam que “Os cinemas são uma indústria essencial que representa o melhor que o talento e a criatividade americanos têm a oferecer. Nosso país não pode perder o valor social, econômico e cultural que os cinemas oferecem. A experiência do cinema é fundamental para a vida americana. Eles são grandes unificadores, onde os contadores de histórias mais talentosos do nosso país, mostram suas realizações cinematográficas”.

A carta observa ainda que os cinemas “sustentam milhões de empregos na produção e distribuição de filmes e inúmeros outros em restaurantes e varejistas vizinhos que dependem dos cinemas. Os cinemas também são líderes no emprego de grupos sub-representados, incluindo pessoas com deficiência, idosos, e titulares de um primeiro emprego”.

A carta foi assinada por grandes nomes da indústria. Entre eles, destacam-se: Pedro Almodovar, Wes Anderson, Michael Bay, James Cameron, Damien Chazelle, Sofia Coppola, Clint Eastwood, Greta Gerwig, Patty Jenkins, James Mangold, Jordan Peele, Todd Phillips, Martin Scorsese, M. Night Shyamalan, Zack Snyder, Taika Waititi e Edgar Wright.

O presidente-CEO da OTAN, John Fithian, emitiu um comunicado agradecendo os diretores e ressaltando a importância dessa atitude.

“Estou extraordinariamente grato pelo apoio sem precedentes dos nossos parceiros da indústria”, disse Fithian. “O valor de seu reconhecimento da importância única dos cinemas para nossas comunidades, cultura e economia”.

Fontes

Cineastas assinam carta em apoio aos donos de cinema dos EUA