Coreia do Sul testa atendimento com robôs para reabrir cinemas

1 min de leitura
Imagem de: Coreia do Sul testa atendimento com robôs para reabrir cinemas
Imagem: CJ-CGV
Avatar do autor

Para conseguir atrair o público para as salas de cinema novamente, a CJ-CGV está fazendo testes com para que as pessoas não tenham contato direto com os funcionários. A ideia é oferecer venda de ingressos por aplicativos, quiosques automatizados e até a substituição de sua equipe humana por robôs com IA.

A CGV é a maior rede de cinemas sul-coreana e tem percebido uma considerável redução no número de clientes. De acordo com a Variety, no mês de abril deste ano, o número de ingressos vendidos foi o equivalente a 5% do mesmo período em 2019.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, os sul-coreanos têm evitado frequentar ambientes com muitas pessoas e que exijam o contato físico. Com as novas medidas, quem for aos cinemas não terá contato com os funcionários. O chefe da equipe de inovação da CGV, disse que, com as medidas tomadas, espera que os clientes voltem a frequentar as salas de cinema.

“Prevê-se que a demanda dos espectadores por serviços sem contato [no cinema] também cresça como consequência dessa nova realidade”, disse Dae-sik. “Vamos monitorar o feedback dos clientes e as operações e considerar a expansão do sistema de cinema sem contato, que deve aumentar o nível de conveniência para nossos clientes, bem como a eficiência da operação do cinema”.

Rede irá substituir lanchonetes por quiosques automáticosRede irá substituir lanchonetes por quiosques automáticosFonte:  CGV/Divulgação 

Outros problemas

Além das medidas de segurança, as redes de cinema da Coreia do Sul também precisam lidar com a falta de lançamentos. Com a maioria das salas de cinema fechadas no restante do mundo, os estúdios estão adiando os lançamentos para o segundo semestre. Para compensar, os cinemas estão precisando apostar em relançamentos de filmes menores, como Um Dia de Chuva em Nova York, de Woody Allen.

Leia tambémCinemas drive-in se tornam tendência pelo mundo durante pandemia

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Coreia do Sul testa atendimento com robôs para reabrir cinemas