Animal Crossing é banido na China após protestos políticos

1 min de leitura
Imagem de: Animal Crossing é banido na China após protestos políticos
Imagem: Nintendo Europa/Divulgação
Avatar do autor

Um dos grandes lançamentos do Nintendo Switch em março, Animal Crossing: New Horizons parece ter tido suas vendas proibidas na China. O motivo é que o jogo está sendo utilizado como uma plataforma de protestos políticos contra o governo.

Um exemplo desta forma de atuação é Joshua Wong, secretário-geral do partido pró-democracia em Hong Kong. Atualmente, ele usa o game para realizar suas manifestações políticas durante o isolamento por conta do coronavírus.

Imagem do protesto de Joshua Wong em Animal Crossing: New HorizonsImagem do protesto de Joshua Wong em Animal Crossing: New HorizonsFonte:  Twitter.com/Reprodução 

Retirada das lojas virtuais

Após os protestos em Animal Crossing chegarem as redes sociais, o jogo foi retirado de diversas lojas online chinesas. Segundo os revendedores, eles foram instruídos a parar de vender do jogo por plataformas como Taobao, que pertence ao Alibaba Group.

Lançado mundialmente em março, até o momento o jogo do Nintendo Switch não foi aprovado pelo governo da China para sua venda oficial no país. Por isso, os jogadores acreditam que pode haver uma “correção” antes que ele chegue ao público.

De qualquer forma, os chineses podem adquirir o título de diferentes maneiras. Por exemplo, é possível alterar a região da eShop (loja virtual da Nintendo) ou comprar particularmente dos vendedores na internet.

Outra imagem dos protestos em Animal Crossing.Outra imagem dos protestos em Animal Crossing.Fonte:  Twitter.com/Reprodução 

Histórico de censura nos games

Animal Crossing: New Horizon deve ser o segundo jogo a ser censurado na China apenas em 2020. No começo do ano, Devotion precisou ser removido da loja virtual Steam por “incluir artes que zombam do presidente”.

Em meio a polêmica, o primeiro-ministro de Taiwan, Su Tseng-chang, afirmou que o jogo não será banido em seu país. Além disso, ele garantiu que os jogadores possuem liberdade de se expressar através do game e devem ficar à vontade para criticar o governo.

“Democracia e liberdade de expressão são os valores mais importantes de Taiwan. Todos podem usar qualquer meio para dizer o que querem. Por favor, apreciem esse estilo de vida e joguem o máximo possível”, comentou o político.

Fontes