Bilheteria de Aves de Rapina foi abaixo do esperado pelo estúdio

1 min de leitura
Imagem de: Bilheteria de Aves de Rapina foi abaixo do esperado pelo estúdio
Avatar do autor

A Warner Bros. tinha expectativa de que Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fantabulosa, filme que dá continuidade aos eventos de Esquadrão Suicida, faria ao menos US$ 45 milhões em seu final de semana de estreia nos EUA. Houve uma certa decepção do público e da crítica – que se apressaram a elogiar o filme – quando o total arrecadado na bilheteria doméstica ficou em “apenas” US$ 34 milhões. Desde Shazan, que fez US$ 53 milhões, um filme de herói da DC não ia tão mal.

A comparação direta é, justamente, com seu antecessor, Esquadrão Suicida, que abriu com impressionantes US$ 133 milhões, mesmo sendo pouco elogiado pela crítica. A diferença central estaria na censura, já que Aves de Rapina é proibido para menores desacompanhados. Outra diferença é o orçamento inicial. Esquadrão Suicida partiu de US$ 175 milhões, contra US$ 85 milhões de Aves de Rapina (fora gastos com publicidade).

Aves de Rapina reunidas (Divulgação/Warner)

Outras comparações possíveis, que receberam a mesma censura, é com Deadpool, que abriu com US$ 132 milhões, também em fevereiro, ou com Coringa, que fez US$ 96 milhões, apesar de toda a controvérsia da época – sobre como o filme poderia incentivar ataques homicidas.

Leia tambémAves de Rapina: o que achamos do filme da Arlequina [crítica]

Ainda que Aves de Rapina tenha ido relativamente mal nos EUA, sua performance no mercado global compensou um pouco o investimento. Segundo o Box Office Mojo, a produção acumulou US$ 48 milhões, fechando US$ 81 milhões na soma com a bilheteria americana. Isso mesmo com o esvaziamento das salas de cinema na Ásia por conta do temor com o coronavírus. No próximo final de semana, seu único grande concorrente é Sonic - O Filme, então é bem possível que alcance os US$ 100 milhões que, em tese, empatariam os custos de produção e marketing.

Arlequina está com problemas de caixa (Divulgação / Warner)

Talvez a bilheteria relativamente decepcionante de Aves de Rapina aponte para um esgotamento das adaptações das histórias de super-heróis dos quadrinhos, gerado pela estafa gerada pelo lançamento massivo do último Vingadores no ano passado. Vai ser curioso acompanhar como serão os próximos lançamentos.

Aves de Rapina é dirigido por Cathy Yan e acompanha Arlequina, novamente vivida por Margot Robbie, juntando um grupo de mulheres para proteger uma jovem de um vilão da máfia, interpretado por Ewan McGregor. Jurnee Smollett-Bell, Mary Elizabeth Winstead e Rosie Perez completam o elenco central.

Bilheteria de Aves de Rapina foi abaixo do esperado pelo estúdio