Morre Kirk Douglas, uma das últimas grandes estrelas de Hollywood

3 min de leitura
Imagem de: Morre Kirk Douglas, uma das últimas grandes estrelas de Hollywood
Avatar do autor

Você pode não saber quem foi Kirk Douglas, mas sua mãe sabe e, com certeza, a sua avó. O filho mais famoso do ator, Michael Douglas, anunciou que o penúltimo grande astro de Hollywood havia morrido, aos 103 anos (se você não sabe quem é a última grande estrela, jogue “Olivia de Havilland” no Google).

View this post on Instagram

It is with tremendous sadness that my brothers and I announce that Kirk Douglas left us today at the age of 103. To the world he was a legend, an actor from the golden age of movies who lived well into his golden years, a humanitarian whose commitment to justice and the causes he believed in set a standard for all of us to aspire to. But to me and my brothers Joel and Peter he was simply Dad, to Catherine, a wonderful father-in-law, to his grandchildren and great grandchild their loving grandfather, and to his wife Anne, a wonderful husband. Kirk's life was well lived, and he leaves a legacy in film that will endure for generations to come, and a history as a renowned philanthropist who worked to aid the public and bring peace to the planet. Let me end with the words I told him on his last birthday and which will always remain true. Dad- I love you so much and I am so proud to be your son. #KirkDouglas

A post shared by Michael Douglas (@michaelkirkdouglas) on

Sua lareira ostentava uma coleção invejável de prêmios (Oscar, BAFTA, César, Emmy), mas apenas os dois Globos de Ouro que recebeu foram por trabalhos específicos. Somente no fim de sua carreira a indústria do cinema reconheceu seu talento e o premiou pelo conjunto de sua obra.

Filho de imigrantes russos analfabetos, batizado Issur Danielovitch e criado em um dos bairros mais pobres de Nova York, Kirk Douglas foi ontem celebrado e lembrado como aquele que se levantou, na década de 1950, contra a caça às bruxas empreendida pelo senador Joseph McCarthy, ao revelar que Dalton Trumbo, banido de Hollywood por ser comunista, escrevera o roteiro do filme que marcaria sua carreira: Spartacus.

Woody Strode, Stanley Kubrick e Kirk Douglas no set de filmagem de Spartacus, 1959. (Fonte: 
Time & Life Pictures/Getty Images/J.R. Eyerman)

Dirigido por Stanley Kubrick (assim como Glória Feita de Sangue), a história do gladiador que se revolta contra Roma foi um entre os 95 títulos em que atuou, como Sede de Viver (que rendeu a ele um dos Globo de Ouro – o outro foi Chaga de Fogo), Algemas de Cristal, A Montanha dos Sete AbutresGlória feita de Sangue, O Invencível,  Sete Dias de Maio, Duelo de Titãs, Sem Lei e Sem Alma e A Cidade dos Desiludidos.

Vida de luzes e sombras

Famoso pela covinha no queixo (herdada pelo filho Michael e que levou a atriz Kim Novak a perguntar como ele fazia a barba), Kirk Douglas teve duas mulheres (a segunda, por 66 anos) e quatro filhos, todos envolvidos com cinema (Peter, Joel, Michael e Eric Douglas – este último, morto aos 46 anos, em 2004, por overdose de álcool, tranquilizantes e analgésicos).

Kirk Douglas (ao centro) com os filhos (a partir da esquerda) Peter, Joel Douglas, Michael e Eric. (Fonte: People Magazine/WireImage/Ron Galella)

Durante a cerimônia do Globo de Ouro em 2018, o ator recebeu uma breve homenagem, sendo aplaudido de pé pela plateia. Nas redes sociais, porém, foi lembrado como aquele que teria estuprado, em 1954, a atriz então adolescente Natalie Wood. Agora, a história se repete.

O caso jamais foi investigado (a mãe da atriz teria feito com que ela se calasse, já que estragaria suas chances na indústria por Kirk Douglas ser um grande astro à época). Natalie Wood, que lutou a vida toda contra seu vício em álcool, cigarros, anfetaminas e barbitúricos, morreu em 1981 sem jamais ter respondido uma pergunta sobre o assunto.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Morre Kirk Douglas, uma das últimas grandes estrelas de Hollywood