Bebê Yoda pode ser do sexo feminino, sugere Taika Waititi

1 min de leitura
Imagem de: Bebê Yoda pode ser do sexo feminino, sugere Taika Waititi
Avatar do autor

Taika Waititi foi responsável por dirigir o episódio final de The Mandalorian, além de dublar do droide IG-11 em alguns episódios. O diretor conversou com a Entertainment Weekly sobre a experiência e sobre a recepção do público com a grande revelação da série, o “Bebê Yoda”. Mas ele também aproveitou para sugerir que a criança também pode ser do sexo feminino.

“Eu sabia que as pessoas iriam falar sobre ‘Baby Yoda’, mas também sei o nome verdadeiro de ‘Baby Yoda’”, comenta Waititi. “Então, se você puder me fazer um favor, por favor, pare de chamá-lo de ‘Baby Yoda’. Ou será que é ela! Ninguém sabe”.

Leia tambémThe Mandalorian: criador da série diz que 'Bebê Yoda' NÃO é Yoda

A primeira temporada de The Mandalorian chegou ao Disney+ no final de 2019, sem revelar a origem do personagem, mas deixando claro que ele será uma peça chave no desenvolvimento da série. Mas para saber qual o seu papel no destino da Galáxia, será necessário aguardar até o final de 2020, quando a próxima temporada deverá estrear.

Enquanto isso, Waititi se prepara para a sua segunda vez no Oscar, com Jojo Rabbit. O diretor já havia sido indicado em 2005, na categoria de Melhor Curta-Metragem. Na ocasião, ele havia sugerido aos demais colegas que fingissem estar dormindo quando a câmera se aproximasse deles, mas durante a cerimônia, apenas o próprio Waititi entrou na brincadeira. Você pode ver o diretor “dormindo” no vídeo abaixo.

Waititi também comentou sobre a dificuldade de fazer uma comédia sobre a Segunda Guerra Mundial. Para ele, que é de origem judaica, foi importante ter uma recepção tão otimista, e a indicação ao Oscar apenas reforça isso.

“Acho que a maioria das pessoas que são de origem judaica — como eu — que ouviram falar do filme, estavam muito nervosas em vê-lo”, diz Waititi. “Eles podem pensar: 'Bem, tenho minhas ressalvas em vê-lo'. E acho que quando as pessoas assistem, elas entendem [o objetivo do filme]. Para mim, o fato de as pessoas apreciarem [o filme] e entenderem que é um filme importante para o momento que vivemos... Isso faz tudo valer a pena. Para mim e para o meu produtor Carthew [Neal], é mesmo [uma honra ser indicado ao Oscar]”.

Veja também: Taika Waititi pode dirigir filme de Star Wars

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Bebê Yoda pode ser do sexo feminino, sugere Taika Waititi