Star Wars: A Ascensão Skywalker alcança US$ 1 bilhão na bilheteria mundial

1 min de leitura
Imagem de: Star Wars: A Ascensão Skywalker alcança US$ 1 bilhão na bilheteria mundial
Avatar do autor

Perto de completar um mês desde sua estreia, Star Wars: A Ascensão Skywalker enfim ultrapassou a marca de US$ 1 bilhão nas bilheterias em todo o mundo. O filme entra no quinto final de semana, mas o resultado final não deve ultrapassar US$ 1,25 bilhão segundo alguns analistas ouvidos pelo The Hollywood Reporter. Com isso, o filme ainda ficará atrás de Star Wars: Os Últimos Jedi, que faturou US$ 1,33 bilhão em todo o mundo.

Com isso, o mais recente longa de Star Wars se torna o sétimo lançamento da Disney em 2019 a atingir a marca do bilhão. Embora seja um resultado positivo, o valor que o capítulo final da saga Skywalker deve obter nos cinemas não chegará nem na metade do que foi atingido por Vingadores: Ultimato, que também encerrou uma saga importante dos cinemas. Confira abaixo as sete maiores bilheterias da Disney em 2019.

  1. Vingadores: Ultimato - US$ 2,80 bilhões
  2. O Rei Leão - US$ 1,65 bilhão
  3. Frozen 2 - US$ 1,37 bilhão
  4. Capitão Marvel - US$ 1,12 bilhão
  5. Toy Story 4 - US$ 1,07 bilhão
  6. Aladdin - US$ 1,05 bilhão
  7. Star Wars: A Ascensão Skywalker - US$ 1,001 bilhão
(Fonte: IMDb/Reprodução)
(Fonte: IMDb/Reprodução)

O futuro de Star Wars no cinema ainda é um pouco incerto. A franquia deve ter uma pausa por alguns anos, enquanto a Lucasfilm decide como continuar com os filmes. Oficialmente, Rian Johnson deverá comandar uma nova trilogia, não relacionada com a saga principal, e Kevin Feige, chefão do Marvel Studios, também deverá trabalhar em algum filme. Em ambos os casos, não foi anunciada uma data para o início da produção.

Enquanto isso, The Mandalorian já teve uma segunda temporada confirmada pela Lucasfilm e chega ao Disney+ em 2020. A série foi recebida com elogios da crítica e do público, mostrando um caminho mais seguro para a Disney atualmente.

Star Wars: A Ascensão Skywalker alcança US$ 1 bilhão na bilheteria mundial