Warner Bros. vai usar IA para escolher lançamentos no cinema

1 min de leitura
Imagem de: Warner Bros. vai usar IA para escolher lançamentos no cinema
Avatar do autor

inteligência artificial está chegando aos estúdios de cinema e vai automatizar alguns processos que hoje são feitos por analistas e especialistas da área. A Warner Bros. anunciou um acordo com a startup Cinelytic, uma empresa que desenvolve algoritmos que ajudam a gerenciar a escolha de projetos que devem receber o "sinal verde" para entrarem em fase de produção.

De acordo com o site Hollywood Reporter, o acordo fará com que a gigante Warner Bros. tenha a ajuda da tecnologia para prever quais filmes podem ou não ser um sucesso de bilheteria, e quando é melhor estrear certo longa-metragem. Os cálculos feitos pela startup incluem previsões sobre a futura receita gerada por um filme, o orçamento previsto, a melhor data de lançamento e até quais atores são mais indicados para integrar o elenco — tudo isso em questão de segundos, como um bom sistema de IA costuma fazer.

A Cinelytic existe desde 2016, mas passou três anos desenvolvendo a versão Beta da plataforma, que atua como um analista esportivo de desempenho, porém no campo do cinema. As produtoras Productivity Media (A Comédia dos Pecados), Ingenious Media (A  Música da Minha Vida) e STX (Playmobil: O Filme) já são clientes da companhia.

Tudo robotizado?

A ideia da plataforma é reduzir o tempo de trabalho desses analistas, que precisam avaliar uma série de variáveis antes de produzir longos relatórios que serão entregues para os donos do estúdio. Ou seja, a decisão de selecionar roteiros, fazer alterações em projetos e até de aprovar ou não a escolha de um longa-metragem continuará em mãos humanas.

"Inteligência artificial soa assustadora, mas, atualmente, a IA não pode tomar decisões criativas. Ela é boa em espremer números e quebrar enormes bases de dados para mostrar padrões que não seriam visíveis para os humanos. Mas, para tomadas de decisão criativas, você ainda precisa de experiência e instinto", afirma o fundador da Cinelytic, Tobias Queisser.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Warner Bros. vai usar IA para escolher lançamentos no cinema