Cyperpunk: conheça 5 animes sobre esse universo

3 min de leitura
Imagem de: Cyperpunk: conheça 5 animes sobre esse universo
Avatar do autor

“Sociedades distópicas, alta tecnologia e baixa qualidade de vida”. Essas são as características da cultura cyberpunk, um subgênero de ficção científica bastante presente na cultura pop.

Influência para filmes e jogos, o tema também é abordado por animes e mangás. Por isso, separamos cinco animações japonesas que retratam de formas diferentes esse assunto. Está pronto para conhecer mais sobre esse universo?

Ghost In The Shell (1995)

Ghost In The Shell (1995). (Fonte: IMDb/Divulgação)

Certamente, o longa-metragem de animação Ghost In The Shell é o maior representante da cultura cyberpunk entre os desenhos japoneses. O anime é uma adaptação do mangá de Masamune Shirow e deu origem a uma franquia com diversas sequências e spin-offs.

Em 2029, os implantes de partes cibernéticas em humanos tornaram-se uma prática comum. No entanto, um hacker descobre como controlar essas peças e, por consequência, seus usuários. Diante dessa ameaça para a sociedade, a trama mostra a agente Motoko Kusanagi realizando investigações para encontrar o criminoso.

Logo após sua estreia, Ghost In The Shell chamou a atenção do ocidente – e de Hollywood. As diretoras Lana e Lilly Wachowski contam que o anime inspirou alguns elementos do roteiro de Matrix (1999). Anos mais tarde, em 2017, uma adaptação live-action foi lançada nos cinemas com Scarlett Johansson como protagonista.

Akira (1988)

Akira (1988). (Fonte: IMDb/Divulgação)

Considerado uma obra-prima das animações orientais, Akira é constantemente referenciado dentro da cultura cyberpunk. Inspirado no mangá do autor Katsuhiro Otomo, o anime tem a cidade de Neo-Tóquio como cenário.

Nos anos 1980, a capital japonesa foi destruída durante a III Guerra Mundial em um ataque de bombas nucleares. Entretanto, poucos sabem que uma criança com poderes sobrenaturais chamada Akira foi o verdadeiro responsável pela catástrofe.

Trinta anos mais tarde, a cidade passa por seu pior período com alto índices de violência. Após sofrer um acidente, um jovem delinquente descobre ter os mesmos poderes de Akira. Com isso, a história parece estar prestes a se repetir. Nas entrelinhas, a trama reflete o medo japonês das armas nucleares após os ataques durante a II Guerra Mundial.

Battle Angel Alita (1993)

Battle Angel Alita (1993). (Fonte: IMDb/Divulgação)

Conhecido no ocidente como Gunnm, Battle Angel Alita apresenta a história de uma “garota robô”. A ciborgue é reconstruída pelo médico cibernético Doc Ido após ser encontrada no lixo. Encantado com sua criação, o tutor transforma Alita em uma caçadora de recompensas.

A trama tem como cenário uma sociedade pós-apocalíptica dividida entre ricos e pobres. Assim, a protagonista busca uma maneira de sair de Scrap Iron City, a parte pobre da cidade, e levar seu criador para Zalum, a área mais próspera desta comunidade distópica. Entretanto, durante sua jornada, ela descobre ser mais que uma simples ciborgue.

Assim como Ghost In The Shell, Battle Angel Alita ganhou uma adaptação hollywoodiana em 2019. O longa-metragem foi dirigido por Robert Rodriguez (Sin City) e produzido por James Cameron (Avatar). No entanto, os críticos recomendam assistir apenas ao anime.

Serial Experiments Lain (1998)

Serial Experiments Lain (1998). (Fonte: YouTube/Reprodução)

Antes do fenômeno da internet, Serial Experiments Lain já previa como a tecnologia mudaria as formas de comunicação. O anime apresenta a Wired, uma rede que permite que as pessoas se comuniquem sem a necessidade de um dispositivo como um computador.

Neste mundo altamente tecnológico, a vida de Lain muda após receber o e-mail de uma colega de escola que teria cometido suicídio. No entanto, a mensagem diz que a garota está viva, mas que abandonou sua “existência física” e encontrou Deus na Wired. A partir disto, a protagonista se aprofunda neste “ambiente digital” para descobrir a verdade.

Então, a cada experiência dentro deste novo mundo, Lain vai perdendo sua identidade e tem dificuldades de separar o que é real e virtual. Considerada uma obra de vanguarda, ela traz uma trama cheia de mistérios, temas filosóficos e elementos da cultura cyberpunk.

Metropolis (2001)

Metropolis (2001). (Fonte: IMDb/Divulgação)

Fugindo da estética da maioria das produções desta lista, Metropolis é uma adaptação do mangá do lendário Osamu Tezuka (Astro Boy). A história se passa em uma cidade tecnologicamente avançada, mas que humanos e robôs possuem dificuldades para conviver em sociedade.

A trama se inicia após Kenichi encontrar Tima, uma garota sem memórias. Na verdade, ela é um experimento do laboratório de Duke Red, um dos governantes locais. Com isso, a dupla vive uma grande aventura para evitar que o vilão os capture.

Diferente da obra original, o anime presta homenagem ao filme mudo Metropolis (1927) do cineasta alemão Fritz Lang. Desta forma, ele traz uma forte temática de luta de classes dentro de uma sociedade distópica, elementos muito comuns na literatura cyberpunk.

Gostou dessas indicações? Faltou algum anime com o tema cyberpunk nesta lista? Deixe sua opinião nos nossos comentários!

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Cyperpunk: conheça 5 animes sobre esse universo