Nintendo se preocupou com excesso de 3D em Donkey Kong Country

1 min de leitura
Imagem de: Nintendo se preocupou com excesso de 3D em Donkey Kong Country
Avatar do autor

Quem observa o sucesso de Donkey Kong Country hoje em dia nem deve imaginar que, em algum momento, a Nintendo teve medo de disponibilizar o clássico do SNES da forma que conhecemos atualmente. A informação foi revelada por um dos desenvolvedores que trabalhou no processo de produção do game.

Em uma série de entrevistas feitas para marcar o aniversário de 25 anos de lançamento do primeiro game da série, um produtor do jogo mencionou que a casa de Mario e companhia estava preocupada com o fato de Donkey Kong Country ser muito 3D, e que talvez o público ao qual o jogo se destinava não conseguisse jogá-lo de maneira apropriada.

A entrevista em questão, que você pode conferir na íntegra no vídeo abaixo, traz diversos outros detalhes sobre a produção, como o fato de que Donkey Kong quase teve o formato de um gorila com olhos de um personagem de Battletoads e que os Kremlings foram retirados de outro projeto que acabou cancelado no meio do caminho. Outro detalhe curioso é que Cranky Kong é o Donkey Kong do fliperama que apresentou Mario ao mundo.

E você, fazia ideia de alguma dessas informações? Compartilhe suas opiniões sobre o clássico do console 16 bit da Nintendo na seção de comentários.

Cupons de desconto TecMundo:

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Nintendo se preocupou com excesso de 3D em Donkey Kong Country