Os 20 maiores fracassos de bilheteria dos últimos anos no cinema

4 min de leitura
Imagem de: Os 20 maiores fracassos de bilheteria dos últimos anos no cinema
Avatar do autor

O que leva um filme a ser um fracasso nos cinemas? Simplesmente ser ruim, estrear em uma época cheia de longas aguardados ou falhar no marketing? O problema é que, em muitos casos, essas produções tiveram orçamentos astronômicos e ficaram longe de pagar o investimento.

O musicMagpie fez um levantamento e comparou o custo de filmes com o valor arrecadado nos cinemas. Estes são os filmes que perderam mais dinheiro, incluindo nomes de peso da indústria.

20. Dupla Explosiva (2002)

  • Custo: US$ 70 milhões
  • Arrecadação: US$ 14,2 milhões

A velha fórmula "dupla que não se dá bem trabalhando junta" não funcionou no filme com Antonio Banderas e Lucy Liu. Um dos longas mais detonados no Rotten Tomatoes.

19. Osmose Jones (2001)

  • Custo: US$ 70 milhões
  • Arrecadação: US$ 13,5 milhões

Quem disse que animação é sucesso garantido? Essa aventura que envolve lições sobre biologia e saúde mistura cenas em desenho com live action — e isso encareceu a produção.

18. O Mensageiro (1997)

  • Custo: US$ 80 milhões
  • Arrecadação: US$ 20,8 milhões

Dirigido, produzido e estrelado por Kevin Costner, o filme tinha tudo para dar certo, mostrando uma história pós-apocalíptica e chegando no período do Natal. Nem precisamos dizer que o plano deu errado.

17. Soldado do Futuro (1998)

  • Custo: US$ 75 milhões
  • Arrecadação: US$ 14,6 milhões

Mais um filme de ação e ficção científica. Nele, humanos enfrentam soldados geneticamente modificados sob a direção de Paul W. S. Anderson (franquia Resident Evil).

16. Stealth — A Ameaça Invisível (2005)

  • Custo: US$ 138 milhões
  • Arrecadação: US$ 76 milhões

A produção sobre aviões com uma inteligência artificial que se torna rebelde parece ótima na teoria, mas faltou algo para chamar atenção do público.

15. O 13º Guerreiro (1999)

  • Custo: US$ 125 milhões
  • Arrecadação: US$ 61,6 milhões

Antonio Banderas novamente na lista. Esse filme de ação mistura alguns aspectos históricos do povo nórdico, inclusive elementos da lenda de Beowulf.

14. Monster Trucks (2017)

  • Custo: US$ 125 milhões
  • Arrecadação: US$ 61,6 milhões

Essa comédia da Nickelodeon teve o lançamento adiado em quase 2 anos e, quando estreou, foi um fiasco na bilheteria. O protagonista é Lucas Till, o atual MacGyver.

13. Air Strike (2018)

  • Custo: US$ 65 milhões
  • Arrecadação: US$ 516 mil

Não, você não leu errado: a produção chinesa estrelada por Bruce Willis e que conta uma história da Segunda Guerra Mundial fez pouco mais de meio milhão de dólares. A "sorte" do estúdio é que o orçamento não é de longe o maior da lista.

12. O Álamo (2004)

  • Custo: US$ 92 milhões
  • Arrecadação: US$ 23 milhões

O filme de guerra que conta a história de uma famosa batalha ocorrida em 1836 estourou de longe o orçamento inicial — e provou que a produtora estava certa ao baixar as expectativas.

11. O Quebra Nozes: A História Que Ninguém Contou (2010)

  • Custo: US$ 90 milhões
  • Arrecadação: US$ 20,4 milhões

Remakes ou adaptações de histórias clássicas também não são garantias. A produção de Natal que surfou na onda do 3D caiu no esquecimento já depois de péssima bilheteria.

10. Monkeybone — No Limite da Imaginação (2001)

  • Custo: US$ 75 milhões
  • Arrecadação: US$ 5,4 milhões

A história de um quadrinista preso em um mundo de fantasia, o carisma de Brendan Fraser e um estilo que lembra o de Tim Burton pareciam uma combinação de sucesso. Não foi o que aconteceu — e o alto uso de CGI encareceu o filme.

9. Como Você Sabe (2010)

  • Custo: US$ 120 milhões
  • Arrecadação: US$ 49,6 milhões

O elenco estrelado (Reese Witherspoon, Paul Rudd, Owen Wilson e Jack Nicholson) foi o que mais consumiu o orçamento desse filme, que estreou em oitavo lugar nos Estados Unidos e nunca se recuperou.

8. A Ilha da Garganta Cortada (1995)

  • Custo: US$ 92 milhões
  • Arrecadação: US$ 18,5 milhões

Um clássico da Sessão da Tarde, mas que não conquistou o público nos cinemas. Geena Davis é uma aventureira que possivelmente tenta se tornar uma versão feminina (e pirata) de Indiana Jones.

7. O Som do Trovão (2005)

  • Custo: US$ 80 milhões
  • Arrecadação: US$ 6,3 milhões

Em 2055, uma empresa oferece "turismo histórico" para quem deseja voltar a grandes épocas da humanidade; entretanto, um grupo acaba alterando demais o passado e causa vários problemas na linha temporal. Parece interessante, mas vários entraves na produção, incluindo a falência do estúdio original, deram o tom desse fracasso.

6. Renegades (2019)

  • Custo: US$ 77,5 milhões
  • Arrecadação: US$ 1,5 milhão

A produção que tem uma equipe de Navy SEALs como destaque foi financiada na Europa e acabou estreando direto em DVD nos EUA. Com tanta desvantagem e um orçamento tão exagerado, acabou ganhando um lugar no ranking.

5. A Promessa (2016)

  • Custo: US$ 90 milhões
  • Arrecadação: US$ 10,5 milhões

Quem poderia imaginar que uma produção com Christian Bale iria tão mal em bilheteria? Esse drama histórico que se passa no Império Otomano e mostra um triângulo amoroso despertou poucas atenções.

4. As Aventuras de Pluto Nash (2002)

  • Custo: US$ 100 milhões
  • Arrecadação: US$ 7 milhões

Talvez tenha sido um dos pontos mais baixos da carreira de Eddy Murphy, que entrou em uma descendente de produções com má recepção da crítica e do público. Essa aventura espacial por muito tempo foi considerada o maior fracasso de Hollywood.

3. Ricos, Bonitos e Infiéis (2001)

  • Custo: US$ 105 milhões
  • Arrecadação: US$ 10,3 milhões

Essa comédia romântica passou tão despercebida na época que nem mesmo hoje é lembrada com nostalgia. O filme, com Warren Beatty, passou por dezenas de refilmagens e já parecia uma tragédia anunciada durante a produção.

2. X-Men: Fênix Negra (2019)

  • Custo: US$ 350 milhões
  • Arrecadação: US$ 246,3 milhões

O filme, que marcou a última produção da Fox com os mutantes antes da compra pela Marvel, teve uma bilheteria de fazer inveja para quase toda a lista. Entretanto, para os padrões "filme de herói dos quadrinhos", os números são péssimos.

1. Marte Precisa de Mães (2011)

  • Custo: US$ 150 milhões
  • Arrecadação: US$ 39 milhões

A bilheteria aqui foi ruim, mas o problema dessa animação foi ser extremamente cara por causa das técnicas avançadas de captura de movimentos pela empresa de ‎Robert Zemeckis (de Expresso Polar, um sucesso de público). Dessa vez, a fórmula passou longe de se repetir.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Os 20 maiores fracassos de bilheteria dos últimos anos no cinema