It: Capítulo 2: quais são as diferenças entre o filme e o livro

2 min de leitura
Imagem de: It: Capítulo 2: quais são as diferenças entre o filme e o livro
Avatar do autor

Atenção! O texto a seguir relata os acontecimentos finais do filme It: Capítulo 2 e do livro A Coisa.

It: Capítulo 2 é a conclusão de uma das histórias mais épicas já escritas por Stephen King. Com mais de 1 mil páginas, o livro é uma intensa aventura que oscila entre presente e passado para contar como os sete amigos do Clube dos Otários conseguiu derrotar a criatura ancestral que se apresenta como o palhaço Pennywise.

Como é normal nesse tipo de adaptação, diversas mudanças foram feitas: algumas por estilo do diretor, Andy Muschietti, outras por exigência do estúdio e algumas pela necessidade do formato audiovisual. Mesmo sendo muito fiel à obra original, as consequências do livro ocorrem de modo diferente, seguindo mais a linha "exagerada" de Stephen King.

O fim do filme

(Fonte: IMDb/Reprodução)
(Fonte: IMDb/Reprodução)

Após retornarem para Derry, os amigos são informados por Mike, o único dos sete que ficou na cidade, que Pennywise está de volta. Ele explica que passou os últimos 27 anos estudando a origem da criatura e descobriu que ela está em Derry há muito tempo e já foi enfrentada no passado pela tribo local de Shokopiwah.

Mike explica que eles precisam fazer o Ritual de Chüd para conseguir aprisionar Pennywise e acabar com ele de uma vez por toda. Para isso, cada um precisa andar pelas ruas de Derry para encontrar algum objeto que será usado como oferenda durante o ritual.

Durante o confronto com Pennywise, o ritual não sai como o esperado, e os amigos precisam lutar com ilusões baseadas em seus traumas pessoais. Após vencerem esse conflito, eles percebem que, se fizerem a criatura acreditar que é pequena, eles poderão fazê-la diminuir. Quando ela está pequena o suficiente, Mike arranca seu coração e todos juntos a destroem.

(Fonte: IMDb/Reprodução)

Ben e Bev terminam juntos, enquanto Bill começa a escrever seu novo romance (a citação que aparece no filme é um trecho do próprio livro de King). Mike deixa Derry pela primeira vez, enquanto Richie marca as letras R e E, de Richie e Eddie, e lamenta a morte do amigo e amor não correspondido.

Por fim, todos recebem uma carta de Stan, que se suicidou ao descobrir que Pennywise estava de volta. Mike e Bill conversam por telefone e dizem que estão felizes agora que tudo acabou.

O fim do livro

(Fonte: IMDb/Reprodução)

A principal diferença em relação ao filme está no Ritual de Chüd. No livro, ele ocorre dentro da consciência de Pennywise, em uma referência muito forte à literatura cósmica de H.P. Lovecraft. Mike não participa da batalha final, pois foi ferido por Henry Bowers. Quem enfrenta diretamente a criatura é Bill, e ele faz isso utilizando uma bala de prata. Quando o grupo luta contra Pennywise pela primeira vez, influenciado pelos filmes de monstros, acredita que a bala de prata tem algum poder místico especial.

Após a batalha (Eddie também morre durante a luta), os amigos se separam novamente, porém, após deixarem Derry, eles começam a se esquecer do que acabou de acontecer. Audra, a esposa de Bill, e Tom, o marido abusivo de Bev, também vão para a cidade; ela é capturada por ele e levada até o esgoto, mas ele morre após ver a verdadeira forma de Pennywise, enquanto Audra fica em estado de choque. A história termina com Bill colocando a mulher na garupa da sua antiga bicicleta, e, enquanto pedala pelas ruas de Derry, ela começa a voltar a seu estado normal.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
It: Capítulo 2: quais são as diferenças entre o filme e o livro