Quentin Tarantino diz que seu último filme poderá ser um terror

1 min de leitura
Imagem de: Quentin Tarantino diz que seu último filme poderá ser um terror
Avatar do autor

Quentin Tarantino vai se aposentar e de dedicar a escrever livros de cinema e teatro, ao encerrar os trabalhos do seu próximo filme, o décimo como diretor. A questão agora é: qual filme será? O diretor já havia levantado duas hipóteses: o quarto da franquia Star Trek e o terceiro episódio da saga Kill Bill. Agora, ele se diz aberto a uma terceira possibilidade.

"Se aparecer uma ótima história de horror, ela será o meu décimo filme. Amo filmes de terror. Adoraria dirigir um”, declarou ele a repórteres estrangeiros durante a turnê promocional de Era uma vez em Hollywood em Londres, seu último filme.

Não que ele não tenha dirigido cenas dignas de um filme de horror. Segundo Tarantino, uma sequência em Era Uma Vez em Hollywood flerta com o gênero como ele jamais o fez em sua carreira. A cena em questão é quando o dublê Cliff Booth (Brad Pitt) chega a Spahn Ranch (lugar onde Charles Manson e seu grupo moraram) e é recebido por membros do culto da Família Manson.

“Acho que a cena do Spahn Ranch é a mais próxima de uma sequência de horror que eu já tenha feito. É assustadora, e não percebi o quanto até meu editor dizer que ela ‘é digna de um filme de terror. É O Massacre da Serra Elétrica com um bom orçamento'", disse Tarantino.

Leonardo diCaprio, Brad Pitt e Tarantino em foto promocional de 'Era uma vez em Hollywood' (Fonte: Sony Pictures/Divulgação)

Diretor multigênero

Ser novato no gênero (ou quase, já que é dele o roteiro de Um Drink no inferno) é absolutamente irrelevante para ele. Tarantino já dirigiu desde o thriller policial Cães de Aluguel ao western Django Livre. 

Enquanto ele não se decide, Star Trek já tem roteiro (de Mark L. Smith) e um terceiro Kill Bill é tema de conversas entre o diretor e Uma Thurman.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Quentin Tarantino diz que seu último filme poderá ser um terror