Emma Watson e movimento Time's Up criam linha para denunciar assédio sexual

1 min de leitura
Imagem de: Emma Watson e movimento Time's Up criam linha para denunciar assédio sexual
Avatar do autor

A estrela de Harry Potter e militante pelos direitos das mulheres Emma Watson acaba de inaugurar uma nova linha telefônica gratuita para oferecer aconselhamento para mulheres que estiverem passando por uma situação de assédio sexual no trabalho.

A iniciativa conjunta com o movimento Time's Up está disponível para a Inglaterra e o País de Gales e é a única do tipo no Reino Unido. A atriz veio a público para apresentar a novidade: “Entender quais são os seus direitos, como você pode reivindicá-los e as escolhas que você tem se tiver sofrido assédio é uma parte tão importante da criação de locais de trabalho seguros para todos, e essa linha de aconselhamento é um enorme desenvolvimento para garantir que todas as mulheres sejam apoiadas, onde quer que trabalhem ”, disse Watson, que é desde 2014 a Embaixadora da Boa Vontade para ações voltadas a mulheres dentro da ONU.

Por iniciativa das mulheres do movimento Time's Up, a linha foi criada com recursos vindos de doações do público e do fundo para Justiça e Igualdade do braço inglês do movimento, que é gerenciado pelo Fundo britânico para Mulheres e Meninas, o Rosa. A ONG Rights of Women [Direitos das Mulheres] será a responsável por oferecer o aconselhamento legal.

"O objetivo desta linha de aconselhamento é capacitar as mulheres para exercerem seus direitos legais no local de trabalho. Ao aconselhar as mulheres sobre suas opções legais e aumentar sua compreensão da lei de igualdade e discriminação, poderemos ajudá-las a fazer escolhas informadas sobre os próximos passos, incluindo como navegar no sistema legal com confiança”, disse Deeba Syed, diretora jurídica da Rights of Women.

A linha já está ativa e disponível pelo número 020 7490 0152. Segundo Deeba, esta é apenas uma das ações das organizações independentes voltadas para as mulheres em locais de trabalho. “As queixas de assédio sexual no trabalho ainda são frequentemente respondidas de maneira generalizada. É por isso que o Rights of Women também trabalhará para desmantelar os problemas estruturais que sobrecarregam as vítimas e dificultam o avanço das mulheres através de seu trabalho político”.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Emma Watson e movimento Time's Up criam linha para denunciar assédio sexual