Coreia do Sul boicota anime durante tensão comercial com o Japão

1 min de leitura
Imagem de: Coreia do Sul boicota anime durante tensão comercial com o Japão
Avatar do autor

O relacionamento comercial entre a Coreia do Sul e o Japão anda problemático e a indústria de anime japonesa vem sendo uma das prejudicadas. De acordo com uma reportagem da revista americana The Hollywood Reporter, filmes de animação têm sido boicotados no país vizinho — e um de seus maiores mercados — em retaliação às restrições comerciais impostas pelo Japão.

Doraemon: Nobita's Chronicle of the Moon Exploration, filme que faz parte de uma popular franquia infantil, teve sua estreia cancelada na Coreia do Sul. Antes dele outros animes, como Butt Detective: The Movie e Detective Conan: The Fist of Blue Sapphire, se tornaram alvo em sites de resenhas, onde pedidos de que o público sul-coreano os boicote foram publicados, prejudicando a sua performance no país.

Anime Detective Conan: The Fist of Blue Sapphire sofreu boicote (Fonte: TMS Entertainment/The Jakarta Post)

Os boicotes teriam sido causados pelas restrições japonesas de exportação para a Coreia do Sul de materiais utilizado na fabricação de semicondutores, uma indústria muito forte no país. Para justificar a restrição, o Japão acusa o país vizinho de não respeitar sanções impostas à Coreia do Norte. Entretanto, a motivação, segundo a The Hollywood Reporter, seria uma decisão da justiça Coreana de que a Mitsubishi — grupo industrial japonês — deve pagar indenizações a coreanos forçados a trabalharem para a empresa durante a Segunda Guerra Mundial.

A indústria de anime não foi a única atingida. Em retaliação o público sul-coreano tem boicotado lojas e produtos de origem japonesas, cancelando viagens para o Japão e alguns postos de gasolina se recusam a abastecer carros japoneses. Uma clínica de cirurgia plástica chegou, até mesmo, a oferecer descontos para clientes que provassem ter cancelados viagens ao país.

Comerciantes coreanos jogam logos de marcas japonesas no lixo durante protesto (Fonte: AP Photo/Ahn Young-joon)

Tornando uma situação tensa ainda mais complicada, o Japão confirmou a especulação de que está removendo a Coreia do Sul de sua lista de parceiros comerciais preferenciais. Em uma reunião televisionada o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, condenou as medidas japonesas como um “ato egoísta que infligirá danos enormes na economia mundial rompendo cadeias globais de fornecimento” e inteirou que, caso a sua economia seja prejudicada, contramedidas serão implementadas.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Coreia do Sul boicota anime durante tensão comercial com o Japão