Imagem de: Grupo que criava trapaças para Pokémon Go é processado pela Niantic
Fonte: Niantic/Divulgação

Grupo que criava trapaças para Pokémon Go é processado pela Niantic

1 min de leitura
Avatar do autor

A Niantic, empresa responsável pelos jogos de realidade aumentada Pokémon Go e Ingress, está processando um grupo conhecido como Global++. Essa equipe ganhou popularidade ao criar versões dos games da companhia que facilitam o uso de trapaças. Para a Niantic, a atitude infringe propriedades intelectuais e prejudica os negócios da empresa.

O grupo Global++, que a Niantic chama de “associação de hackers”, ficou conhecido pelos aplicativos PokéGo++ e Ingress++. Eles dão aos jogadores várias opções para ganhar experiência mais rápido e avançar no jogo sem precisar de muito esforço. A versão modificada de Pokémon Go, por exemplo, permite que o personagem ande para qualquer ponto do mapa sem que o jogador precise sair do lugar.

A Niantic também acusa o grupo de lucrar em cima dos games da desenvolvedora ao vender assinaturas para essas versões modificadas dos jogos. Além dos dois aplicativos citados, o Global++ anunciou que estava trabalhando no Potter++, um programa feito para trapacear em Harry Potter: Wizards Unite, próximo jogo da companhia que deve ser lançado globalmente em breve.

Em reação ao processo da Niantic, o grupo Global++ deletou seu site oficial e publicou uma mensagem em sua comunidade no Discord anunciando o fim do serviço “para cumprir com nossas obrigações legais”. Em seguida, o próprio canal na plataforma foi excluído.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Grupo que criava trapaças para Pokémon Go é processado pela Niantic