Pesquisa diz que “casual” e “hardcore” definem mal os jogadores atuais

2 min de leitura
Imagem de: Pesquisa diz que “casual” e “hardcore” definem mal os jogadores atuais
Avatar do autor

Quando se trata de jogar games, muitas pessoas não estão contentes em simplesmente compartilhar um hábito, fazendo questão de se classificar como “hardcores” e distanciar daqueles que são mais “casuais”. Segundo a empresa Newzoo, essas palavras tão usadas já não são mais suficientes para definir a maneira como lidamos com jogos eletrônicos na atualidade — e a solução proposta não se trata de trocar esses termos por “raiz” e “nutella”.

PC Gamer

No último ano, a empresa dedicou esforços a criar uma nova segmentação a partir de um ponto zero, procurando um resultado que evidencie mais as nuances dos jogadores atuais. Segundo ela, a intenção não era só computar o tempo dedicado a jogar, mas também observar o quanto as pessoas dedicam a assistir streamings e engajando com games de forma diferenciada.

O resultado foi o estabelecimento de oito categorias, cada uma correspondendo a uma porcentagem específica de jogadores:

  • O Ultimate Gamer (13%) – Você não ama nada mais do que gastar seu dinheiro e tempo livre com games;
  • O entusiasta generalista (9%) – Você gosta de uma vida de games equilibrada em seus hábitos de jogar, assistir e comprar;
  • O jogador da Nuvem (19%) – Você é um early adopter de jogos por streaming e só vai gastar seu dinheiro em hardware quando necessário;
  • O jogador convencional (4%) – Você tem toneladas de hardwares e prefere passar seu tempo jogando games do que assistir outras pessoas fazendo isso;
  • O entusiasta do hardware (9%) – Você acompanha todas as tendências de hardware recentes e provavelmente tem um PC de US$ 5 mil com iluminação RBG;
  • O jogador-pipoca (13%) – Você não joga tanto, mas gosta de assistir outras pessoas jogando;
  • O jogador do banco de trás (6%) – Você costumava jogar muito, mas ficou mais velho e a vida aconteceu, então você se diverte assistindo eSports e outras pessoas jogando;
  • O que preenche o tempo (27%) – Você joga para passar o tempo, quando tem tempo, mas raramente toca em um jogo para PC

Qual é a sua categoria?

A Newzoo afirma que a maior parte dos membros da categoria mais popular têm a idade média de 38 anos, mas possui uma boa parcela de pessoas com idades entre 51 e 65 anos. Já os jogadores da categoria “convencional” escutam menos música do que as demais categorias e costumam conviver mais com crianças do que aqueles que usam games para preencher o tempo.

Jogador Convencional

Caso você esteja em dúvidas sobre qual categoria se encaixa mais em seu perfil, a Newzoo preparou um teste simplificado para determinar isso — clique aqui para acessar. Meus resultados me colocam na categoria do “jogador convencional”, que dedica mais tempo a jogar e compras hardwares do que assistir outros jogando. E você, em qual categoria se encaixa?

Pesquisa diz que “casual” e “hardcore” definem mal os jogadores atuais via Voxel

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Pesquisa diz que “casual” e “hardcore” definem mal os jogadores atuais