Autoridades nepalesas estão preocupadas com o “impacto negativo” da jogatina online de PlayerUnknown’s Battlegrounds (PUBG). O Nepal Telecommunications Authority (NTA), órgão regulador do setor no país, diz que o título de battle royale incentiva a violência e vicia os jovens.

“Mandamos banir o PUBG porque é viciante para crianças e adolescentes”, esbraveja Sandip Adhikari, vice-diretor do NTA. A partir desta quinta-feira (11) as operadoras de internet fixa e móvel e demais provedores de serviços em rede são obrigados a banir o game.

Embora não haja nenhum incidente específico para o bloqueio, a ordem veio da agência federal de investigação, que afirma ter registrado as reclamações de vários pais preocupados com a distração e o afastamento dos estudos e outras tarefas cotidianas.

pubgFonte: PUBG

Vale lembrar que a região do Himalaia não é a única que tem ficado de olho nas longas sessões que crianças e adolescentes têm passado no mata-mata do PUBG. A China estuda limitar o tempo de uso do título e rumores até mesmo dizem que o Comitê de Ética de Jogos Online do país teria rejeitado ou exigido mudanças no final do ano passado. No estado indiano de Gujarat, o jogo já está proibido e dezenas de pessoas foram presas por acessá-lo.

Cupons de desconto TecMundo: