Fortnite faz jovens assistirem a menos futebol, diz Peter Moore

1 min de leitura
Imagem de: Fortnite faz jovens assistirem a menos futebol, diz Peter Moore
Avatar do autor

Fortnite parece ser o novo alvo de executivos que não entendem a queda de rendimento de seus setores. Primeiro, a Netflix afirmou que vê no jogo da Epic Games o seu maior rival, já que boa parte dos seus jovens consumidores preferem jogar do que assistir filmes e séries. Agora, chegou a vez de Peter Moore, CEO do Liverpool FC falar que o público jovem, principalmente a "geração millennial" prefere ficar no videogame a assistir um jogo de futebol.

Moore, ex-executivo da Sega, Microsoft e Electronic Arts, assumiu o Liverpool FC em 2017 e revelou que vê Fortnite como um dos motivos pelos quais millennials não assistem mais tanto futebol quanto gerações anteriores.

"Noventa minutos é tempo demais para um jovem millennial ficar sentado no sofá. Quando eu vejo os números de audiência e de ingressos vendidos a esse público, fico preocupado como CEO de um time de futebol que depende que a próxima geração de fãs esteja lá", comentou Moore à revista Arabian Business.

Imagem: Reprodução/Liverpool FC

Segundo o CEO do Liverpool, os times precisam evoluir tecnologicamente nas suas transmissões e na forma como o esporte é apresentado, caso contrário, perderão os fãs mais jovens. "Existe muita pressão e apenas 24 horas em um dia, e as pessoas estão usando isso para jogar Fortnite", disse Moore. Obviamente, o executivo usou o jogo da Epic Games por ser um dos mais famosos atualmente e ter milhares de jogadores ao redor do mundo, mas vale também para outros títulos que acabam parecendo mais interessantes que acompanhar uma partida de futebol na TV.

Moore acredita que um dos meios para segurar a atenção dos jovens espectadores é criar pacotes de conteúdo de 60 a 90 segundos para manter o engajamento do público. O executivo ainda comenta que é necessário arrumar um jeito de ter todos os dados dos espectadores, como nome, idade, e-mail e, se possível, até cartão de crédito, para saber exatamente o que ele quer ver no futebol. Basicamente, Moore pretende utilizar conhecimento adquirido no mercado de games, com microtransações e afins, no mercado mundial de futebol, tendo as informações de todos para converter em vendas e dinheiro para o seu clube.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Fortnite faz jovens assistirem a menos futebol, diz Peter Moore